Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com investimentos nos municípios, programas de incentivo a atletas e à prática esportiva, as ações do Governo do Estado garantiu o acesso ao esporte e lazer a toda população. Entre os principais projetos desenvolvidos nos últimos anos, destacam-se o programa Esporte Para Toda Vida, que busca incentivar atividades físicas em todas as faixas etárias, a instalação de parques esportivos nas cidades e o Talento Olímpico do Paraná, maior programa de incentivo a atletas do País na esfera estadual.

Lançado em junho pela governadora Cida Borghetti, o Esporte Para Toda Vida atingiu 70 mil pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos. O programa foi criado para implantar e desenvolver iniciação esportiva, atividades físicas e proporcionar lazer a todas as faixas etárias da população.

As modalidades ofertadas pelo programa são atletismo, basquetebol, futsal, handebol e voleibol, obrigatoriamente, além de ações voltadas a idosos, como ginástica e dança, e atividades de recreação. As ações foram promovidas em 250 núcleos de 189 municípios. Mais de 500 bolsistas foram contratados, entre educadores físicos, acadêmicos e estagiários.

Parques Esportivos

O Governo do Estado instalou cerca de 80 Parques Esportivos do Paraná nos municípios. As estruturas são uma evolução das Arenas Multiuso, que já tinham sido instaladas em 220 municípios. Trata-se de dois contêineres que são enviados aos municípios com os equipamentos esportivos.

Além de um campo com grama sintética, os parques podem contar com pista de skate, quadra para trio de basquete ou pista de caminhada. Os contêineres podem ser incorporados às estruturas para servir de área de armazenamento ou vestiário, por exemplo.

Proesporte

Outra vitória desta gestão, reivindicada há anos pela comunidade esportiva, foi a publicação do primeiro edital da Lei de Incentivo ao Esporte (Proesporte). É o primeiro programa estadual implantado no Paraná nestes moldes.

O processo já passou pela etapa de habilitação e seleção dos projetos. O valor total liberado pela Secretaria de Estado da Fazenda é de R$ 10 milhões, sendo R$ 2 milhões para o exercício de 2018 e R$ 8 milhões para 2019.

A Secretaria de Estado do Esporte e Turismo também recuperou R$ 10,3 milhões destinados para a área esportiva e que estavam bloqueados judicialmente. Os recursos, referentes a um repasse de verbas da Lei Pelé (Lei n.º 9.615/98), foram destinados aos 399 municípios paranaenses. Os valores são referentes ao período de janeiro de 2005 a maio de 2008.

Talento Olímpico

Criado em 2011, o Talento Olímpico do Paraná (TOP) se consolidou como o maior programa de bolsa-atleta do País na esfera estadual, tanto em valores como no número de bolsas concedidas. Em sete edições, foram mais de 9 mil bolsas ofertadas – 1,6 mil somente em 2018 – com atletas e técnicos contemplados em 250 municípios paranaenses e um valor de aproximadamente R$ 30 milhões investidos. As bolsas são patrocinadas pela Copel.

O programa beneficia atletas e técnicos das categorias de formação até o rendimento, com a participação de campeões mundiais e medalhistas olímpicos, como a jogadora de vôlei de praia Ágatha Bednarczuk, medalha de prata nos Jogos Olímpicos Rio 2016, campeã mundial e bicampeã do Circuito Mundial, e Igor Tofalini, campeão mundial na paracanoagem em 2018.

Entre as grandes conquistas neste ano está o resultado obtido na Gymnasíade, os Jogos Mundiais Escolares. O Brasil encerrou sua participação no evento como o terceiro melhor país, com 86 medalhas. Foram 31 alunos-atletas paranaenses convocados, 18 trouxeram medalhas para casa, sendo 13 deles bolsistas do Talento Olímpico do Paraná.

Jogos Esportivos

Com mais de 60 anos de tradição, os jogos esportivos do Paraná envolvem estudantes desde o ensino fundamental até a universidade, além de atletas de rendimento. Juntos, os Jogos Escolares, Bom de Bola, Jogos Escolares de Juventude, Jogos Abertos, Jogos da Juventude, Jogos Universitários e os Jogos Abertos Paradesportivos mobilizaram cerca de 120 mil pessoas, entre atletas e treinadores.

O maior evento são os Jogos Escolares do Paraná (Jeps), que reuniu 100 mil participantes em todas as suas etapas. A competição acontece em 33 regionais e oito macrorregionais e é promovida em parceria com a Secretaria de Estado da Educação. As cidades de Apucarana e Campo Mourão sediaram as fases finais da 65ª edição, nas categorias A (15 a 17 anos) e B (12 a 14 anos), respectivamente.

Outro destaque são os Jogos Escolares da Juventude, organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) e considerado a Olimpíada Escolar Brasileira.

O Paraná é o bicampeão brasileiro da competição no quadro geral de medalhas, na categoria B (12 a 14 anos) e não fica abaixo do vice-campeonato da categoria A (15 a 17 anos) desde 2011.

Em 2018, atletas paranaenses oriundos dos Jeps e dos Jogos Escolares da Juventude disputaram os Jogos Olímpicos da Juventude, em Buenos Aires. Destaque especial para as nadadoras Rafaela Raurich e Gernanda Goeij, que conquistaram duas medalhas de prata, no revezamento 4x100 medley misto e no 4x100 livre feminino. Esta última foi considerada a mais importante medalha da história da natação brasileira feminina em piscina.

Verão Paraná

A Secretaria do Esporte e Turismo tem grande participação na Operação Verão Paraná, com diversas atividades de lazer e recreação no Litoral do Paraná. As práticas ministradas são acompanhadas por profissionais capacitados – professores de educação física e acadêmicos.

Foram cerca de 320 mil atendimentos (170 mil em 2017 e 150 mil em 2018), com uma média de 12 balneários atendidos – entre postos fixos e equipes itinerantes. Quase 80 colaboradores da pasta participaram das atividades.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios