Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com medalhões e apostas, time feminino foi o responsável pelos principais resultados da equipe na temporada

A temporada 2020 ficará marcada na história da equipe Londrina/FEL/IPEC. Mesmo diante das dificuldades causadas pela pandemia, o time londrinense conseguiu se superar mais uma vez e mostrar sua força e capacidade no cenário nacional. No total, a equipe somou 22 medalhas conquistadas em torneios interclubes brasileiros, o que lhe rendeu também resultados expressivos por equipes.

Grande aposta da comissão técnica, o time feminino fez jus às expectativas e não decepcionou. Com as mulheres em ação vieram as grandes campanhas em campeonatos brasileiros, como a segunda colocação obtida na categoria sub-18, tendo como âncoras nomes como Julia Barbosa, Camila Irene Abílio, Gabriela Tardivo e Giovanna Nogueira Vespero (Colégio Ética), algumas das principais apostas do futuro do atletismo nacional. O último resultado de expressão veio na última sexta-feira, quando a equipe feminina fechou o Brasileiro Sub-23 na quinta colocação, com 54 pontos.

Vale destacar ainda a campanha que culminou na quarta colocação no naipe feminino no Troféu Brasil, a maior competição do atletismo da América Latina. O time que teve como destaques Tatiane Raquel Silva, Livia Avancini e Joziane Cardoso brilhou e ajudou a equipe a alcançar a melhor colocação já obtida por uma equipe de Londrina no torneio.

O gestor Gilberto Miranda avalia a temporada como positiva e credita os bons resultados ao trabalho que vem sendo desenvolvido nos últimos anos. “Acredito que tudo o que colhemos em mais essa temporada tenha sido fruto de um trabalho com planejamento definido. Com as dificuldades que tivemos, se não tivesse esse planejamento e a filosofia que sempre pregamos, de atenção em todas as fases e continuidade, seria praticamente impossível ter as conquistas que tivemos esse ano”, ressaltou.

Além destes nomes já firmados no cenário nacional, a equipe viu nascer também novas apostas, como Camila Irene Abílio, campeã brasileira sub-18 no lançamento do martelo, e Julia Ribeiro, de apenas 15 anos, aposta para as provas dos 400 e 800 metros. “Já temos uma nova safra sendo preparada e com potencial para se destacar nos próximos anos, e isso é muito importante também”, pontuou a técnica Silvana Vieira.

Treinos na quarentena

Miranda lembrou o empenho e a dedicação de todos os integrantes da equipe para manter as atividades em meio à quarentena. “Ali montamos uma logística para manter os treinos em casa e foi um diferencial quando voltamos às competições. Tenho certeza que isso fez a diferença. A programação nos exigiu ainda mais entrega, com treinos individualizados e relatórios com o envolvimento de todos. Foi um ponto importante para podermos superar o que viria pela frente”, avaliou o gestor.

Agradecimento

O gestor fez questão de lembrar também do apoio dos patrocinadores e parceiros, fundamental para alcançar os bons resultados nas pistas. “Sem dúvidas, sem nossos patrocinadores e parceiros nada disso seria possível. Gostaria de agradecer a cada um deles pela presença ao nosso lado nesse ano difícil. Essas conquistas têm um pouquinho de cada um deles também”, frisou Miranda.

Próxima temporada

E nem bem termina a temporada, e os olhos já se voltam para o próximo ano. Os atletas ganham uma folga geral de 25 dias. Enquanto isso, fora das pistas, a gestão da equipe já trabalha visando melhorar a estrutura tanto financeira, com a busca de mais patrocinadores, como física, para manter em Londrina seus principais destaques e dar sequência ao trabalho.

O Projeto Londrina Atletismo tem patrocínio da Prefeitura de Londrina e Fundação de Esportes de Londrina (FEL), através do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe), Instituto Paranaense de Esporte e Cultura (IPEC) e Colégio Ética; e parceria da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Maximus Assistencial, Ivot Ortopedia, Ômega Diagnósticos, Espaço Saúde Integral Londrina e Academia AS Fitness.

Campeonato Brasileiro Sub-23

Equipe feminina na quinta colocação, com 54 pontos.

Oitava no geral, com 69 pontos.

1 de prata

1 de bronze

Troféu Brasil

Equipe feminina quarta colocada, com 68 pontos.

Sétima no geral, com 68 pontos.

2 de ouro

3 pratas

Campeonato Brasileiro Sub-18

Equipe feminina vice-campeã, com 88 pontos.

Quarta colocada no geral, com 101 pontos.

2 de ouro

4 de prata

Campeonato Brasileiro Sub-20

Equipe feminina terceira colocada, com 75 pontos.

Quarta no geral, com 97 pontos.

3 pratas

3 bronzes

GP Brasil

1 de ouro

Copa Brasil de Cross Country

1 ouro

1 prata

Rafael Souza/Asimp

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.