Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Maior competição interclubes da América Latina começa amanhã e reunirá principais equipes do país em São Paulo

Com a concentração e as expectativas renovadas, a equipe Londrina/FEL/IPEC encara a partir desta quinta-feira (10) mais uma participação no Troféu Brasil. Considerada a principal interclubes do atletismo da América Latina, a competição reunirá os principais atletas da categoria adulta no Brasil até domingo no Estádio do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), em São Paulo. Ao todo serão 770 competidores, de 130 clubes, representando 23 estados e o Distrito Federal nas disputas.

Os números são surpreendentes e revelam a força do esporte, mesmo num ano totalmente atípico por causa de pandemia da COVID-19, que foi um desafio e tanto para todos os integrantes da comunidade do atletismo nacional.

O time londrinense terá 16 atletas nas disputas. Já experientes em Troféu Brasil, Livia Avancini, Tatiane Raquel da Silva e Joziane Cardoso figuram entre as favoritas em suas provas. Por outro lado, alguns jovens vão debutar na competição, casos de Giovanna Nogueira Vespero (Colégio Ética) e Giovanna Venâncio, destaques da categoria sub-18 e sub-20, respectivamente.

Vice-campeã brasileira sub-20 em 2017, Shayara Cristina Ribeiro vai para sua quinta participação no Troféu Brasil e quer se firmar entre os principais nomes do Brasil no lançamento do dardo. “Minha expectativa é muito boa, espero terminar o ano com um bom resultado, acredito que posso melhorar minha marca e fazer um bom desempenho”, afirmou a atleta, às vésperas de entrar definitivamente para a categoria adulto.

Debutante no principal torneio interclubes da América Latina, Giovanna Nogueira Vespero (Colégio Ética) quer aproveitar ao máximo para somar em experiência. “Sou muito jovem ainda e ter uma oportunidade como essa é importante nesse processo de formação. Vou observar tudo para poder levar como aprendizado para a sequência da minha carreira”, disse a jovem de 16 anos, promessa do arremesso de peso.

Para o treinador Gilberto Miranda, a equipe tem condições de brigar por bons resultados. “Além dos principais nomes que temos hoje, como Tatiane, Livia, Joziane, temos atletas com potencial para crescer e brigar por bons resultados. Mesmo com todos os problemas que todas as equipes tiveram, a expectativa sempre é por um bom campeonato, com grande nível técnico. E a nossa meta principal é fazer sempre o melhor possível e representar bem a equipe e a cidade de Londrina”, disse o técnico.

O Projeto Londrina Atletismo tem patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (FEIPE) da Fundação de Esportes de Londrina (FEL).

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.