Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Competição em Bragança Paulista começa hoje (21) e vai reunir as principais equipes do país

Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), Bragança Paulista (SP). É lá que a equipe Londrina/FEL/IPEC enfrenta neste final de semana seu grande desafio até aqui em 2021, o Campeonato Brasileiro Sub-20. O torneio abre a temporada de competições nacionais e promete grandes disputas na pista com a presença das principais equipes do atletismo nacional. A competição começa hoje e vai até domingo (23).

Em disputa, além da busca para melhorar marcas, a briga para chegar ao lugar mais alto do pódio. Terceira colocada entre as mulheres e quarta no geral em 2020, a equipe londrinense vislumbra novamente uma posição de destaque na competição. Para isso terá em ação 26 atletas, boa parte deles ocupando o top 10 nos rankings nacionais em suas provas. Serão ainda seis integrantes da comissão técnica observando tudo e orientando os competidores em cada prova.

Um final de semana que promete ser intenso e inesquecível. A Julia Ribeiro sonha com essa competição desde que começou na equipe londrinense, há dois anos. Ela vem numa crescente, é a atual terceira colocada do ranking nacional nos 400 metros, e mesmo ainda pertencendo à categoria sub-18, já almeja uma medalha. “Estou muito focada e confiante. Espero poder fazer o meu melhor e quem sabe buscar um pódio para minha equipe”, frisou a jovem de 16 anos.

Quem também desponta como grande aposta de medalha mais uma vez é Gabriela Tardivo. Primeira colocada no ranking nacional nas provas dos 1500 metros, 3000 metros rasos e 3000 metros com obstáculos, e classificada para o Campeonato Pan Americano, a jovem atleta de 17 anos figura entre as favoritas ao pódio.

Heber de Lima Santos, terceiro colocado no ranking nacional do lançamento do martelo, Giovanna Venâncio, vice-líder do ranking nacional no lançamento do disco, Pedro Tombolim, vice-líder do ranking nacional nos 800 metros, e Bianca Davi, terceira colocada no ranking nacional dos 3000 metros com obstáculos, também aparecem com boas chances de alcançar o pódio em Bragança Paulista.

O técnico Gilberto Miranda lembra que a equipe é jovem e busca crescimento e experiência, mas acredita que pode repetir os bons resultados de 2020. “Estamos indo com um time mais novo, boa parte dos atletas ainda de uma categoria abaixo, mas tem muito potencial e vem de uma grande campanha no Paranaense há duas semanas”, destacou. “Será um torneio de muito bom nível e esperamos que a equipe possa estar novamente entre as primeiras colocadas”, acrescentou o treinador.

O Projeto Londrina Atletismo conta com incentivo da Copel e Governo do Paraná, através do programa Proesporte, e tem patrocínio da Prefeitura de Londrina e Fundação de Esportes de Londrina (FEL), através do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe), Instituto Paranaense de Esporte e Cultura (IPEC) e Colégio Ética; e parceria da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Maximus Assistencial, Ivot Ortopedia, Ômega Diagnósticos, Espaço Saúde Integral Londrina e Academia AS Fitness.

Rafael Souza/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios