Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Iniciativa visa atender as crianças e adolescentes do Conjunto Milton Gavetti, região norte, contribuindo com o fortalecimento do físico e da mente dos participantes

O Projeto Judô, Caminho Suave, desenvolvido pela Prefeitura de Londrina, ganha um novo polo de atuação, o quinto, no Conjunto Milton Gavetti, região norte. A inauguração será nesta sexta-feira (13), às 15h, no Colégio Estadual Monsenhor Josemaría Escrivá, localizado na Rua Luís Vicente Amadeu Gôngora, 95, Jardim Pacaembu 2, local onde já estão ocorrendo as aulas.

O novo polo já conta com duas turmas. Uma delas com cerca de 15 adolescentes no período da manhã, que funciona às sextas-feiras, das 9h30 às 10h30. E outras sete crianças e adolescentes participam à tarde, das 15h30 às 16h30.

O educador físico do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF 7) e professor de judô do projeto, Wellington Berbel, contou que a sala do polo tem cerca de 28 metros de tatame, com capacidade para atender 15 alunos por hora. “A turma da manhã já está completa, por isso estamos com lista de espera, e para a da tarde ainda temos algumas vagas”, disse.

Crianças a partir de 6 anos e adolescentes que queiram participar do projeto, podem se dirigir ao Colégio Estadual Monsenhor Josemaría Escrivá e dar o nome para o professor Berbel nos dias de atuação do projeto.

O Caminho Suave é executado pelos profissionais do NASF 7. Desde a sua criação, em 2015, foram atendidos, gratuitamente, mais de 1.000 jovens, nos polos de abrangência das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Parigot de Souza, Vivi Xavier, Chefe Newton e Vista Bela. O NASF 7 também está atendendo um grupo de ginástica para idosos, no polo do Milton Gavetti, composto atualmente por 15 pessoas.

O público-alvo do projeto são crianças em vulnerabilidade social, que apresentam transtornos como o do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH), obesidade, baixo desempenho escolar e que integram outros grupos de risco. Os participantes são acompanhados por profissionais de Educação Física, Nutrição, Psicologia, Fisioterapia e Odontologia.

Histórico

Em 2015, o projeto iniciou no conjunto Vista Bela, depois abriu mais um polo na instituição Usina do Conhecimento, onde até hoje atende crianças de 7 a 11 anos, às quartas-feiras, das 14 às 16 horas. Na Escola Jovita Kaiser é executado às quintas-feiras, das 14h30 às 16h30. No Vista Bela, a iniciativa continua ocorrendo, de forma voluntária, pelo educador físico Wellington Berbel, na igreja católica do bairro. Lá, são atendidas pessoas de 7 anos a adultos, às quartas-feiras, das 19 às 21 horas. O projeto também pretende implantar mais um polo de atuação, em agosto, no Conjunto Milton Gavetti, para atender jovens de 12 a 14 anos.

A iniciativa também conta com parceria da Secretaria Municipal de Educação e apoio dos pais dos jovens, empresas e sociedade civil, que colaboram fazendo a doação de kimonos e tatames para implantação do projeto, dentre as quais a academia de judô Okano. Também tem apoio do Governo do Paraná, que cede o espaço da Usina do Conhecimento para o desenvolvimento das atividades.

Crianças e adolescentes dos bairros de abrangência atendidos pelos projetos e que têm interesse em participar das aulas, também podem entrar em contato com o professor Berbel, no celular 99637-4934. Instituições e a população que queiram fazer doações para o projeto podem entrar em contato pelo mesmo telefone.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios