Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ela voltou para casa com um desempenho profissional marcante para sua carreira e para o esporte paranaense: o recorde brasileiro em sua categoria. Líder do ranking sul-americano e 18ª no ranking mundial, a atleta comenta suas conquistas e histórias no esporte no novo podcast publicado na página da Paraná Esporte.

A londrinense Tatiane Raquel da Silva viveu o sonho de todo atleta ao disputar os Jogos Olímpicos 2020, em Tóquio. Tatiane, que compete na prova dos 3.000 metros com barreiras, não conseguiu se classificar para a final de sua modalidade, mas voltou para casa com um desempenho profissional marcante para sua carreira e para o esporte paranaense: o recorde brasileiro em sua categoria.

Líder do ranking sul-americano e 18ª no ranking mundial, a atleta comenta suas conquistas e histórias no esporte no novo podcast publicado na página da Paraná Esporte. No bate-papo, Tatiane Raquel fala de sua trajetória no esporte, as conquistas, os desafios e a alegria da vitória.

O podcast já tem 17 episódios publicados. O projeto apresenta personagens e narra histórias de competições, ações esportivas que mudam as vidas das pessoas e, principalmente, um encontro com atletas, técnicos e profissionais cujas carreiras são inspiradoras. A ideia é aproximar cada vez mais o público dos esportistas paranaenses e dar continuidade ao trabalho e ações do Governo do Estado nesta área, mesmo durante a pandemia.

Ouça esse e outros episódios no player e no Spotify.

Segunda temporada

O episódio anterior foi com Clodoaldo Silva. Conhecido como o "Tubarão Paralímpico", o nordestino possui uma carreira impressionante, tendo participado de cinco paralímpiadas e conquistado 14 medalhas entre as edições. Também já participaram Dayane Camillo, atleta de ginástica rítmica duas vezes campeã dos Jogos Pan-Americanos e duas vezes finalista de Jogos Olímpicos; a curitibana Joyce Batista, ouro nos Jogos Pan-Americanos de Havana (Cuba), em 1991.

Já foram entrevistados Giba, do vôlei, campeão olímpico, tricampeão mundial e eleito MVP (melhor jogador) em Olimpíada, Copa do Mundo, Campeonato Mundial e Liga Mundial; Jovane Guissone, medalhista olímpico; Marcelo e Eliseu Santos, dupla da bocha adaptada; e Danilo Takigawa, ex-atleta da seleção brasileira de beisebol.

Primeira temporada

Na primeira temporada do programa, disponibilizada em 2020, foram seis episódios. Participaram Ágatha Bednarzuk, atleta olímpica do vôlei de praia que também participou nos Jogos de Tóquio; Zé da Cufa – presidente da Central Única das Favelas; Clodoaldo Zafatoski, atleta de esgrima, e Marcelo Nunes Monteiro, diretor de Esporte da Associação dos Deficientes Físicos do Paraná (ADFP).

O projeto também trouxe personagens como Renata Pozzi, coordenadora do projeto Maestro da Bola; Rolando Ferreira, ex-jogador de basquete da Seleção Brasileira e primeiro brasileiro a jogar na NBA; e Leandro Vargas, coordenador pedagógico do curso de especialização em Gestão Pública do Esporte da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.