Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Modelo e lutadora está invicta há 5 lutas: "Se eu ganhar a 6°, acredito que os responsáveis do UFC consigam me enxergar"

Jamila Sandora ganhou os holofotes como musa do Vasco e acompanhando o time cruz-maltino nos estádios, mas é em outro esporte que a morena está se destacando. Ela, desde que se tornou lutadora de MMA, vem mostrando que quer chegar longe. E chegou. Agora, a modelo fará sua primeira luta internacional no dia 14 de dezembro.

A disputa pelo peso-galo no card preliminar do Ares Fighting Championship acontecerá no Museu das Civilizações Negras, em Dakar, capital do Senegal, África. Jamila tinha duas lutas marcadas, recentemente, mas que não aconteceram.

"Em cima da hora, as atletas se machucaram. Estou me sentindo muito bem preparada desde a primeira luta que seria em São Paulo, no evento do SFT, contra a manauara Mayana Kellem, que se machucou uma semana antes da luta. O mesmo ocorreu com a atleta Vitória Ferreira, que casou no peso combinado, baixei mais o peso da minha categoria para lutar no 63kg, mas faltando apenas 2kg, a atleta se machucou", conta a fluminense, que então manteve o foco para o Ares Fighting Championship:

"Estou há duas semanas com resfriado, mas mantenho meus treinos. Quero estar bem para a próxima disputa e espero que não aconteça nada comigo ou minha adversária, para não prejudicar a luta, nem o torneio.

Jamila vai tentar a 6° vitória consecutiva no MMA, contra a marroquina Rizle Zouak, que é faixa preta de judô.

"Estou invicta com 5 vitórias, e se eu ganhar a 6°, acredito que os responsáveis do UFC consigam me enxergar ", disse rindo a atleta.

O evento acontecerá a primeira vez na África,  as outras 5 edições aconteceram na França. Caso a brasileira vença, a próxima disputa será em Paris.

Thiago Freitas/Asimp

Clique nas fotos para ampliar

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios