Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Na noite de sábado (19), a equipe do Iate Clube/Londrina Futsal fez a sua segunda partida seguida dentro de casa pelo Campeonato Paranaense da Série Bronze e empatou com o AFIVA/Ivaiporã pelo placar de 2 a 2, gols de Marcelinho e Pedrinho (foto), que anotou seu primeiro gol a camisa iateana. Jogando no Ginásio de Esportes Moringão, a equipe londrinense contou com o apoio das crianças da categoria de base do clube, que entraram com os atletas iateanos, e também com o apoio da torcida, que vibrou do início ao fim, mesmo com a baixa temperatura que teve início nesse final de semana.

Mais uma vez, atletas das equipes Sub-7, Sub-9 e Sub-11 do Iate Clube de Londrina estiveram presentes no Ginásio de Esportes Moringão, entrando com os atletas iateanos, incentivando e reativando esse laço entre os futuros e atuais atletas do clube. Estiveram na partida os seguintes atletas: Francisco Bisse, Guilherme Cardoso, Lucas Semedo, Alexandre Soares, Lorenzo Mologni, Kawan Santos, Cauã Araújo, Felipe Godoi, Gabriel Debona, Pedro Nobre, Daniel Sgarioni, Carlos Eduardo Amarilha, Davi Souza, José Otávio Fernandez, Pablo Alher, Carlos Davi Furlan, Rafael Somera Canaveze e Ryan Araújo.

A equipe do Iate Clube/Londrina Futsal encerrou o primeiro turno da Chave Bronze com seis pontos e, momentaneamente, está na quinta colocação, já que no próximo final de semana encerra-se a última rodada deste turno e a equipe londrinense folga. Com um aproveitamento de 40%, o Iate Clube de Londrina terá seis jogos do returno, quatro dentro de casa, para melhorar a sua classificação e chegar a segunda fase. A próxima partida iateana será no dia 06/06, as 21h00, em casa, diante da equipe de Faxinal, pela primeira rodada do returno.

Diretoria e comissão técnica vão entrar com pedido para banir árbitro de jogos do Iate Clube

O confronto foi muito equilibrado, com boas chances para a equipe londrinense, e novamente uma dupla de arbitragem confusa e com tomadas de decisão que prejudicaram o confronto e em lances, a equipe iateana. Marco Aurélio 'Mota' Alves, árbitro da vizinha cidade de Cambé, após uma dividida de bola entre o capitão Paulinho com um atleta de Ivaiporã, ele expulsou o atleta londrinense e deu falta a favor do Iate Clube, gerando uma revolta de todos no ginásio. Após a partida, visivelmente confuso, ele afirmou que o atleta londrinense foi expulso porque na dividida da bola ele havia chutado a bola e que o atleta de Ivaiporã 'cavou' a falta. Do outro lado, o árbitro Matheus Barbão de Lima, também cambeense, expulsou, no segundo tempo, o atleta Gerrivan do Nascimento Ferreira, de Ivaiporã, que no primeiro tempo foi sinalizado aos mesários o recebimento de um cartão amarelo, e nova polêmica: o anotador Alexandre Marques de Oliveira corrigiu publicamente um erro da dupla, dizendo que o devido atleta não tinha recebido o cartão, e sim o atleta Fabrício Pereira Ferreira, gerando um tumulto ainda maior. Na súmula principal, tiveram que corrigir e borrar, já que havia sinalizado ao atleta Gerrivan o cartão no primeiro tempo, mais um prejuízo contra a equipe de Londrina.

Diante de tantos fatos lamentáveis com o árbitro reincidente Marco Aurélio 'Mota' Alves, que prejudica a equipe londrinense em todas as categorias e competições, a diretoria e comissão técnica do Iate Clube de Londrina entrará com um pedido junto ao Departamento de Arbitragem da Federação Paranaense de Futebol de Salão e da Liga Metropolitana de Londrina, que organiza as competições locais das categorias menores, para banir o mesmo de  apitar qualquer jogo da equipe londrinense, sendo ela de qual categoria for, ou seja, da Sub-7 a Adulta, em todas as competições disputadas pelo Iate Clube de Londrina.

Rafael Ribeiro/Asimp/Iate Clube/Londrina Futsal

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios