Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Mulheres que ainda não são adeptas de atividades físicas precisam iniciar com aulas de flexibilidade e condicionamento para resultados futuros

Ter um corpo escultural, com curvas bem definidas, é o sonho de muitas mulheres, mas essa realidade é possível a partir dos 40 anos de idade? A resposta é sim! A diferença é que será necessário atenção especial na hora de praticar exercícios com peso.

O médico do esporte, Paulo Muzy, explica que “diferente da jovem, de 20 anos, a mulher de 40 tem um nível de atividade menor e de responsabilidade maior;  ela é mais cognitiva e de planejamento do que executora, então as demandas físicas dela tendem a ser menores, provavelmente ela passa muito tempo sentada , então vai ter encurtamentos, pouca flexibilidade e tudo isso precisa ser observado”, observa Muzy.

O médico avalia que caso a mulher de 40 anos resolva praticar exercícios que requerem mais esforço ela precisará passar inicialmente por aulas de flexibilidade, condicionamento e fortalecimento, “que vão trazer para aquele físico uma harmonia de capacidade”.

A vice-campeão Sul-Americana de Fisiculturismo 2019 – Wellness, Andréia Tokutake, é exemplo de mulher que começou a treinar pesado após os 40 anos e hoje tem um corpo escultural, sem falar na saúde.

Andréia tem 44 anos e entrou para o fisiculturismo em 2017, com 40 anos, para superar uma depressão. Hoje ela se sente mais segura com o seu corpo e fez as pazes com a saúde. “Desde que comecei a treinar percebi que a idade é apenas um número, o que precisa é determinação para praticar qualquer esporte ou se exercitar na academia ou ao ar livre”, afirma Andreia.

Para o preparador físico paranaense, Fabrício Pacholok, que também é treinador de lutadores de MMA, para as mulheres que querem conquistar o corpo dos sonhos, independente da idade, é interessante combinar a dieta com treinos intensos, porém ele adianta que “algumas pessoas respondem mais e outras menos e a mulher por ter menos testosterona apresenta mais dificuldade em ganhar massa muscular”, observa Pacholok.

Mas antes de sair por aí fazendo dietas malucas e correndo o risco de se machucar levantando pesos na academia, procure um profissional da saúde. É ele quem lhe dará as melhores orientações.

Andréia Tokutake

Nascida em Ponta Grossa (Paraná), em 1976, Andréia Tokutake é formada em Administração de Empresas. Casada, mãe de três filhos é atleta amadora. Entrou para o fisiculturismo em 2017 e conquistou o Top 6 no Campeonato Rafael Brandão 2018, em Curitiba/PR, para estreantes, o Top 2 e o Top 3 no Campeonato Rumo ao Sinistro 2019, em São Paulo (SP) e o vice-campeonato Sul-Americano 2019, em Lima (Peru) (Lima-Peru). Andréia Tokutake é idealizadora do projeto Você Pode Mais. Tem 13,2 mil seguidores no Instagram (@andreiatokutake_) e pode ser acompanhada também pelo Facebook (Andreia Tokutake).

Luciana R. Brick/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios