Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Seleção Brasileira de montarias em touros conquistou nesse domingo, 10 de fevereiro, o título da Global Cup 2019, criado pela PBR (Professional Bull Riders), maior organizadora da modalidade em todo o planeta. Além do Brasil, o torneio reúne times dos Estados Unidos, Canadá, México e Austrália.

Esta é a terceira vez que a Global Cup é realizada, e a segunda em que as cores verde e amarelo se destacam. A primeira foi em 2018, na edição realizada na Austrália. Ambas as vitórias ocorreram sob o comando do técnico Renato Nunes, ex-competidor e campeão mundial pela PBR em 2010.

As disputas ocorrem nos dias 9 e 10 de fevereiro, no AT&T Stadium, em Arlington, no Texas. Os donos da casa se dividiram em dois times, chamados de Eagles e Wolves, este último formado apenas por nativos, e eram os favoritos ao título.

No entanto, o desempenho dos competidores brasileiros fez com que a seleção chegasse à final. A equipe foi formada por competidores considerados os melhores do mundo neste momento como Kaique Pacheco (atual campeão mundial); José Vitor Leme (campeão brasileiro em 2017 e vice-campeão mundial em 2018); Eduardo Aparecido; Marco Eguchi; João Ricardo Vieira (Iron Cowboy nos Estados Unidos e no Brasil); Cláudio Montanha Jr; Fernando Henrique Novais (líder do Monster Energy PBR no Brasil) e Bruno Scaranello (vice-líder do campeonato no Brasil).

“Esses competidores deram o sangue pela nossa seleção. Mesmo com a possibilidade de perdemos o título, eles não desistiram e fizeram o melhor. Estou orgulhoso”, comentou o técnico Renato Nunes referindo-se à difícil tarefa de vencer os donos da casa.

E foi realmente difícil. O Team Brazil começou muito bem, mas os dois times dos Estados Unidos se mantiveram fortes no início da competição. No entanto, os brasileiros mostraram total controle e domínio dos touros, garantindo boas notas e conquistando a liderança ainda no primeiro dia de competição.

No domingo, segunda e última noite de competições, o Brasil chegou como favorito e se manteve líder até o final da última rodada antes do round decisivo, quando a equipe Eagles passou à frente e estiveram muito próximos de ficar com o título.

Mas a sorte esteve ao lado do Team Brazil quando Cooper Davis, campeão mundial de 2016, não conseguiu se manter os oito segundos sobre o touro Bad Beagle, dando a vitória ao Brasil, que tinha uma montaria a mais em pontos.

São nove montarias por noite, totalizando 18 performances. São válidas 12 delas; as mais baixas são descartadas automaticamente. O Brasil teve 11 montarias válidas, enquanto o time EUA-Eagles teve 10. A diferença foi de apenas 72,30 pontos.

Classificação final

1 – Brasil – 939,3 pontos;

2 – EUA Eagles – 867 pontos;

3 – EUA Wolves – 691,3 pontos;

4 – Austrália – 514,3 pontos;

5 – México – 337,8 pontos;

6 – Canadá – 258 pontos.

Mais sobre a PBR - Criada em 1992, a PBR (Professional Bull Riders) é a maior organização mundial de montaria em touros e um fenômeno desportivo global, presente nos Estados Unidos, Brasil, Canadá, México e Austrália, e foi constituída pela união de 20 competidores, que acreditaram que o sonho em comum se tornaria realidade.

Hoje, a PBR promove cerca de 250 etapas por onde passa e suas transmissões atingem mais de meio bilhão de domicílios em 40 nações e territórios pelo mundo.

O mundial da categoria é o Unleash the Beast, responsável por reunir 35 dos melhores atletas da modalidade, de diferentes nacionalidades, que viajam por todo o Estados Unidos disputando etapas em busca de pontos para o tão sonhado título e do milionário prêmio de US$ 1 milhão de dólares.

A empresa também tem revelado grandes nomes do esporte, como os brasileiros Adriano Moraes e Silvano Alves, ambos os únicos tricampeões da modalidade. Eles se unem a outros atletas brasileiros e, juntos, deixam o Brasil com nove títulos mundiais nessas 24 finais realizadas até hoje.

No Brasil, a PBR está presente desde 2006, promovendo campeonatos nas arenas dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Paraná. Suas principais etapas são realizadas dentro dos maiores eventos agropecuárias e rodeios nessas regiões.

Assessoria de Imprensa

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.