Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Bárbara Domingos é bolsista do programa Geração Olímpica, do Governo do Estado. Sob o comando da técnica Marcia Naves, ela voltará a competir no sábado (30), às 2h30 (horário de Brasília).

A paranaense Bárbara Domingos fez história no Campeonato Mundial de ginástica rítmica em Kitakytushu, no Japão. Na quinta-feira (28), a atleta e também bolsista do programa Geração Olímpica e Paralímpica se tornou a primeira brasileira a chegar à final individual.

A ginasta do Clube Agir de Curitiba alcançou a nota de 69,800 nos aparelhos e avançou à decisão em 13º lugar. No Campeonato Mundial, apenas as 18 primeiras seguem para a final.

“Estou me sentindo muito feliz. Não caiu a ficha ainda a respeito da importância desse resultado. É tudo muito novo, mas tenho a certeza de que é resultado de um trabalho muito intenso não só meu, mas de toda equipe técnica”, afirmou Bárbara para Confederação Brasileira de Ginástica (CBG).

No primeiro dia, a ginasta terminou na 11ª posição com apresentações nos aparelhos arco e bola. Com a fita, a paranaense arrancou aplausos com sua coreografia ao som de samba (20,500). Depois, nas maças, Bárbara confirmou seu excelente momento com 22,500. Totalizou com a nota de 69.800 e garantiu a classificação para a final do individual geral.

O melhor resultado brasileiro fora obtido pela própria Bárbara no Mundial de 2019, em Baku, Azerbaijão. Naquele ano, a ginasta terminou a competição na 31ª posição.

“A conquista foi inesperada com as mudanças das regras, porque eram 24 meninas selecionadas e diminuiu para 18. Sabíamos que seria difícil pela maioria delas ter participado dos Jogos Olímpicos de Tóquio. De 2019 para agora, é possível ver o amadurecimento e a mudança de postura da Bárbara como atleta. Um feito maravilhoso”, relatou mãe de Bárbara, Roseli de Fátima de Godoy Domingos.

Sob o comando da técnica Marcia Naves, ela voltará a competir no sábado (30), às 2h30 (horário de Brasília). “Bárbara vai brigar por medalha. As séries dela têm um grau de dificuldade alto, então, com possibilidade de nota alta. Contamos com a torcida de todos e energias positivas”, enfatizou Roseli.

Geração Olímpica e Paralímpica

Desde 2012, Bárbara veste à camisa do programa Geração Olímpica e Paralímpica. Atualmente, é o maior programa em nível estadual de incentivo ao esporte na modalidade de bolsa-atleta e conta com patrocínio exclusivo da Copel. Bárbara iniciou na categoria escolar evoluindo para nacional, olimpo e internacional.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.