Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Projeto Para Remar conta com apoio do Feipe e traz campeão mundial em paracanoagem

Ontem (19), o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, recebeu a visita do paratleta de canoagem e campeão mundial de paracanoagem em 2018,  Igor Alex Tofalini, seu técnico Gerson Moreira Souza e do paratleta de canoagem, Giovani Vieira. O encontro foi realizado no gabinete do prefeito, na sede administrativa da Prefeitura de Londrina.

Os atletas vieram ao gabinete agradecer pelo apoio que a Prefeitura tem dado ao esporte, através dos incentivos financeiros do Fundo Especial de Investimento a Projetos Esportivos (Feipe), repassados anualmente por meio da Fundação de Esportes de Londrina (FEL). Neste ano, o projeto do qual o atleta integra, o Para Remar, recebeu R$ 25 mil do fundo. Este valor é utilizado para o financiamento de viagens às seletivas, compra de equipamentos esportivos e para o pagamento do técnico, Gelson Moreira Souza.

Durante a visita, Tofalini agradeceu ao apoio que a Prefeitura de Londrina tem dado à canoagem e explicou que os repasses do Feipe dão suporte aos treinos dos atletas de alto rendimento. “Eu gostaria de agradecer ao prefeito, por estar incentivando o esporte em Londrina e por poder ajudar a gente a buscar novos resultados. Minha conquista só foi possível através do incentivo da Fundação de Esportes. Isso é muito importante, porque sem ele seria muito mais difícil, quase impossível trabalhar com alto rendimento, e chegar a um nível como esse que estamos hoje”, ressaltou o campeão mundial.

A assessora e fisioterapeuta do projeto, Fernanda  Bortolo Pesenti, explicou que  financiamento como o Feipe são extremamente importantes para a manutenção dos treinamentos esportivos, pois apenas o caiaque utilizado pelos profissionais de canoagem custam cerca de R$ 25 mil, pois são equipamentos fabricados fora do Brasil e precisam ser importados. “A modalidade precisa de muito fomento, pois como eles são atletas profissionais precisam de recursos para os treinos, para as viagens de campeonatos, seletivas e eventos esportivos, assim como para o pagamento do corpo técnico e compra de equipamentos”, explicou.

Além de Igor, outros cinco atletas fazem parte do projeto financiado pelo Feipe. São eles: Anderson Benati, Brenda Fernandes, Roberto Ferreira, Giovane Vieira e Luci Lima. Vieira, que também participou do encontro com o prefeito, já esteve em dois campeonatos mundiais.

Para o prefeito é uma alegria poder contar com atletas como Tofalini e Vieira, que levam o nome de Londrina a diversos estados brasileiros e internacionalmente. “Vocês são um orgulho para a cidade! No ano passado, nós dobramos os recursos investidos no esporte e a ideia é conseguir melhorar cada vez mais. O pouco a mais que conseguimos investir, estimula diversas modalidades, promove inclusão social, a saúde e leva o nome da cidade de forma positiva”, disse Marcelo.

Os integrantes do projeto Para Remar treinam diariamente no Iate Clube de Londrina, sendo que Tofalini treina de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h, e das 14h às 16h. Todos contam com serviço de fisioterapia prestado pela faculdade Pitágoras de Londrina. De acordo com o treinador do grupo, o esporte traz diversos benefícios para a saúde, tanto física quanto mental, assim como a integração social, mudanças de hábitos de vida e oportunidades “Espero que possamos sempre olhar com muito carinho para a paracanoagem, mas quanto mais apoio tivermos, mais investimentos poderemos ter no esporte”, frisou.

Currículo

Igor Tofalini recebeu o título de campeão mundial de paracanoagem durante a competição realizada, nos dias 27 e 28 de agosto, em Montemor-o-Velho, Portugal. Junto deste, o atleta coleciona outros títulos, como o de semi-finalista do Rio 2016, de Campeão Brasileiro de Paracanoagem em 2018 e campeão Panamericano de 2017. Este ano, ele participou em Curitiba e em São Paulo das duas Copas Brasil de Paracanoagem e do Campeonato Brasileiro de Paracanoagem em Curitiba.

Feipe

O Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe) foi criado pela Lei Municipal n° 8985, de 2002, com o objetivo de incentivar a prática de esportes em Londrina. Por meio desta ferramenta, a Prefeitura de Londrina viabiliza recursos a diversos projetos esportivos.

Ana Paula Hedler/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios