Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Projeto Para Remar conta com apoio do Feipe e traz campeão mundial em paracanoagem

Ontem (19), o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, recebeu a visita do paratleta de canoagem e campeão mundial de paracanoagem em 2018,  Igor Alex Tofalini, seu técnico Gerson Moreira Souza e do paratleta de canoagem, Giovani Vieira. O encontro foi realizado no gabinete do prefeito, na sede administrativa da Prefeitura de Londrina.

Os atletas vieram ao gabinete agradecer pelo apoio que a Prefeitura tem dado ao esporte, através dos incentivos financeiros do Fundo Especial de Investimento a Projetos Esportivos (Feipe), repassados anualmente por meio da Fundação de Esportes de Londrina (FEL). Neste ano, o projeto do qual o atleta integra, o Para Remar, recebeu R$ 25 mil do fundo. Este valor é utilizado para o financiamento de viagens às seletivas, compra de equipamentos esportivos e para o pagamento do técnico, Gelson Moreira Souza.

Durante a visita, Tofalini agradeceu ao apoio que a Prefeitura de Londrina tem dado à canoagem e explicou que os repasses do Feipe dão suporte aos treinos dos atletas de alto rendimento. “Eu gostaria de agradecer ao prefeito, por estar incentivando o esporte em Londrina e por poder ajudar a gente a buscar novos resultados. Minha conquista só foi possível através do incentivo da Fundação de Esportes. Isso é muito importante, porque sem ele seria muito mais difícil, quase impossível trabalhar com alto rendimento, e chegar a um nível como esse que estamos hoje”, ressaltou o campeão mundial.

A assessora e fisioterapeuta do projeto, Fernanda  Bortolo Pesenti, explicou que  financiamento como o Feipe são extremamente importantes para a manutenção dos treinamentos esportivos, pois apenas o caiaque utilizado pelos profissionais de canoagem custam cerca de R$ 25 mil, pois são equipamentos fabricados fora do Brasil e precisam ser importados. “A modalidade precisa de muito fomento, pois como eles são atletas profissionais precisam de recursos para os treinos, para as viagens de campeonatos, seletivas e eventos esportivos, assim como para o pagamento do corpo técnico e compra de equipamentos”, explicou.

Além de Igor, outros cinco atletas fazem parte do projeto financiado pelo Feipe. São eles: Anderson Benati, Brenda Fernandes, Roberto Ferreira, Giovane Vieira e Luci Lima. Vieira, que também participou do encontro com o prefeito, já esteve em dois campeonatos mundiais.

Para o prefeito é uma alegria poder contar com atletas como Tofalini e Vieira, que levam o nome de Londrina a diversos estados brasileiros e internacionalmente. “Vocês são um orgulho para a cidade! No ano passado, nós dobramos os recursos investidos no esporte e a ideia é conseguir melhorar cada vez mais. O pouco a mais que conseguimos investir, estimula diversas modalidades, promove inclusão social, a saúde e leva o nome da cidade de forma positiva”, disse Marcelo.

Os integrantes do projeto Para Remar treinam diariamente no Iate Clube de Londrina, sendo que Tofalini treina de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h, e das 14h às 16h. Todos contam com serviço de fisioterapia prestado pela faculdade Pitágoras de Londrina. De acordo com o treinador do grupo, o esporte traz diversos benefícios para a saúde, tanto física quanto mental, assim como a integração social, mudanças de hábitos de vida e oportunidades “Espero que possamos sempre olhar com muito carinho para a paracanoagem, mas quanto mais apoio tivermos, mais investimentos poderemos ter no esporte”, frisou.

Currículo

Igor Tofalini recebeu o título de campeão mundial de paracanoagem durante a competição realizada, nos dias 27 e 28 de agosto, em Montemor-o-Velho, Portugal. Junto deste, o atleta coleciona outros títulos, como o de semi-finalista do Rio 2016, de Campeão Brasileiro de Paracanoagem em 2018 e campeão Panamericano de 2017. Este ano, ele participou em Curitiba e em São Paulo das duas Copas Brasil de Paracanoagem e do Campeonato Brasileiro de Paracanoagem em Curitiba.

Feipe

O Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe) foi criado pela Lei Municipal n° 8985, de 2002, com o objetivo de incentivar a prática de esportes em Londrina. Por meio desta ferramenta, a Prefeitura de Londrina viabiliza recursos a diversos projetos esportivos.

Ana Paula Hedler/NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.