Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O ex-presidente da FEL (Fundação de Esportes de Londrina) e atual vereador da cidade Fernando Madureira (PTB), viaja até Curitiba para uma audiência pública com o Governador Ratinho Junior nesta quarta-feira (22). A pauta será a abertura de das academias, escolinhas esportivas, escolas de dança e artes marciais. Além dos serviços de personal training e atividades físicas profissionais.

Em meio a pandemia e a quarentena causadas pelo novo Coronavírus, esses serviços foram considerados não essenciais e consequentemente estão fechados. Em Londrina, como na maioria das cidades paranaenses, o comércio voltou a funcionar, mesmo que de forma especial, nos últimos dias. Porém, os os serviços que oferecem as atividades físicas permaneceram de portas fechadas.

Um projeto de lei (PL) foi protocolado pelo Deputado Estadual Alexandre Amaro (Republicanos) no último dia 15 de abril. O projeto estabelece “as academias de ginástica, natação, hidroginástica e de artes marciais como atividade essencial à saúde em período de calamidade pública no Estado do Paraná, sendo vedada a determinação de fechamento total de tais locais.”

Fernando Madureira conta que foi o próprio deputado que entrou em contato com ele para estabelecer esse projeto e tentar mudar a situação no estado.

“O Deputado Alexandre entrou em contato comigo logo após eu colocar em evidência minha posição sobre a reabertura das academias e serviços de atividades físicas. Juntos vimos que no decreto do estado está exposto que atividades físicas e esporte não é prioritário. Nossa ideia é tirar esse ponto do decreto e tornar o esporte prioridade em meio a pandemia”, conta Fernando.

Após o contato do deputado, Madureira se movimentou para conseguir todas as informações necessárias para a PL.

“Fiz contato com a secretaria de esportes e o CREF (Conselho Regional de Educação Física), e após conversas alinhamos cada modalidade esportiva em suas necessidades. Sendo assim, a ideia é trabalhar com uma capacidade de 30% a 40% por turma, uso das máscaras e álcool em gel, além de manter o distanciamento de 3 metros entre as pessoas”, explica. “Quem trabalha com musculação e aulas com grandes quantidades de pessoas, deve fazer as aulas com horário agendado, para que assim possa atender a todos durante o dia e continuar respeitando as normas de segurança”, diz Madureira.

A reunião com o Governador está marcada pra amanha, e Fernando está confiante para o resultado.

“Amanhã, dia 22, será nossa audiência publica com o Governador e outras autoridades esportivas. Eu tenho certeza que quando esse projeto  entrar em vigor, vai ajudar e muito o esporte em todo o Estado, além de servir também para futuras pandemias, já que essas atividades serão vistas sempre como essenciais, respeitando as limitações e regulamentações do momento mas com as portas abertas. O esporte qualifica a saudê física e mental, faz com que seu organismo fique mais forte e assim ajuda a se prevenir contra qualquer doença”, conclui Fernando.

Henrique Reis / Redação JU

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios