Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Atletas e comissão técnica se apresentaram hoje ao prefeito Marcelo Belinati para anunciar o apoio de R$ 200 mil do Proesporte, que vieram se somar aos incentivos repassados pelo Município, por meio do Feipe 2021

Na sexta-feira (28), o prefeito Marcelo Belinati e o presidente da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Marcelo Mendes Oguido, receberam a equipe do Instituto Paranaense de Esportes e Cultura no gabinete do prefeito. Ela foi uma das selecionadas pelo Programa Estadual de Fomento e Incentivo ao Esporte (Proesporte), que destinará recursos financeiros para atividades que visam à excelência esportiva em alto rendimento. O grupo também receberá recursos do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos 2021 (Feipe), da Prefeitura de Londrina.

O objetivo do Projeto Londrina Atletismo-Alto Rendimento é estimular os atletas e estruturar equipes para o alto rendimento no atletismo. Para isso, os proponentes devem fomentar a formação esportiva e as atividades que contemplem a especialização, o aperfeiçoamento e o alto rendimento esportivo, por meio de treinamentos esportivos, organização de eventos ou participação em competições junto aos adolescentes, jovens e adultos que buscam por resultados ou melhoria do desempenho esportivo, em níveis cada vez mais avançados.

Para o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, é importante que os poder públicos e a sociedade civil invista no esporte, porque ele oportuniza mudança na vida de muitas pessoas, principalmente daquelas em situações mais vulneráveis. “Esporte é instrumento de transformação na vida das pessoas. Ele dá um nova perspectiva de futuro para quem caminha no esporte, que pode até se tornar um atleta profissional, além de ajudar com toda a questão social”, disse Marcelo.

O presidente da FEL, Marcelo Oguido, explicou que o financiamento por parte do Governo do Estado do Paraná é de R$ 200 mil, e vem apoiar uma das modalidades com maior valor de repasse do Feipe 2021. “Isso vale de incentivo para outras modalidades e equipes, para elas pegarem de exemplo e buscarem recursos como esse do governo do Estado e não dependerem só de recursos municipais. Esse recurso vai se somar ao trabalho que a equipe já vem fazendo com o apoio do Feipe. Acredito que dará para melhorar muito o trabalho do atletismo, que tem uma equipe tão competente e que apresenta excelentes resultados”, disse Oguido.

O Londrina Atletismo traz um histórico de expressivos resultados em competições nacionais durante os 21 anos de trabalhos. Em 2020, por exemplo, a equipe foi vice-campeã entre as mulheres e quarta no geral do Campeonato Brasileiro Sub-18, terceira colocada no feminino e também quarta no geral no Brasileiro Sub-20, além de uma quarta colocação feminina no Troféu Brasil, principal competição do atletismo da América Latina. Mais recentemente, foi vice-campeã feminina e quarta colocada geral no Brasileiro Sub-20.

Com o patrocínio financeiro do Proesporte, 20 atletas e dois treinadores serão beneficiados em Londrina. Todos eles são medalhistas nacionais e/ou internacionais, assim como alguns já integraram a Seleções Brasileiras de Atletismo nos últimos anos. Segundo o assessor de esportes e eventos da FEL, Sandro Henrique Moreira dos Santos, através do Proesporte, o Governo do Paraná concede auxílio financeiro para os projetos credenciados e aprovados pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte. O recurso financeiro advém de parte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) arrecadado no Paraná.

Conforme explicou o técnico Gilberto Miranda, com os valores do Proesporte, as equipes podem pagar o salários de técnicos e coordenadores, as hospedagens, as passagens e a alimentação dos atletas durante as competições esportivas e podem adquirir materiais esportivos novos. “Esse apoio é essencial, pois já temos o parceiro fundamental que é a Prefeitura de Londrina. O incentivo vem fazer com que nosso projeto possa crescer mais e para estruturarmos melhor as equipes de alto rendimento, principalmente indo em competições nacionais e internacionais, com materiais esportivos de qualidade. Com certeza esse recurso fará a diferença”, disse Miranda.

O projeto do atletismo de alto rendimento será um dos primeiros de Londrina a contar com a parceria do programa de incentivo ao esporte do Governo do Paraná. Na classificação divulgada pela Paraná Esporte, ele obteve 83,1 pontos, a maior entre os classificados da cidade. Agora, os responsáveis têm 12 meses para desenvolver o projeto, prorrogáveis por igual período. O programa está na sua 3ª edição e teve a publicação dos projetos habilitados na quarta-feira (26). Os interessados podem conferir aqui. Somando-se a isso, a Prefeitura de Londrina complementa com o patrocínio financeiro do Feipe. Este também objetiva incentivar a prática de esportes na cidade de Londrina, destinando recursos para projetos esportivos, por meio de convênios com a Fundação de Esportes de Londrina (FEL).

Neste ano, o Proesporte destinou R$ 9 milhões para todas as categorias que o programa estimula, que são Excelência Esportiva (Especialização e aperfeiçoamento e Alto rendimento); Formação Esportiva (Fundamentação e aprendizagem da prática esportiva e Vivência esportiva); e Esporte Para a Vida Toda e Readaptação. Dentre os 266 habilitados, 63 paranaenses foram para o alto rendimento no Paraná inteiro. Já o Feipe 2021, da Prefeitura de Londrina, destinou R$ 5,5 milhões para o estímulo ao esporte no município. Dentre os 59 selecionados e habilitados, quatro são voltados ao atletismo e devem receber juntos R$ 465 mil.

São apoiadores do Projeto Londrina Atletismo-Alto Rendimento, além da Prefeitura de Londrina; a Universidade Estadual de Londrina (UEL), CBC, Colégio Ética de Londrina, IVOT Clínica Médica; Maximus Assistencial; Ômega Diagnósticos; A.S Academia e Espaço Saúde Fisioterapia.

Participaram também da visita do Londrina Atletismo no gabinete do prefeito, o secretário de Governo, Alex Canziani; o vereador Fernando Madureira; o vice-reitor da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Décio Sabbatini Barbosa e o diretor de Centro de Educação Física e Desportos (CEFE), Leandro Ricardo Altimari, além das assessorias do vereador Ailton Nantes e do deputado federal Filipe Barros.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios