Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Grupo com nove atletas representa equipe no campeonato mais importante do país. Experientes bem cotados

Sabe aquele momento, aquela competição para a qual um atleta se prepara e espera por toda a temporada? Pois é, ela chegou para um grupo de nove competidores da equipe Londrina/Caixa/IPEC. Neste final de semana, eles prometem levar ao pé da letra a expressão “deixar tudo na pista” sonhando com um lugar ao sol entre os principais atletas do país no Troféu Brasil, a maior competição do atletismo nacional. O torneio será disputado no Estádio do Centro Nacional do Desenvolvimento de Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista (SP), até amanhã (16).

Para cinco deles, a competição não é mais novidade. Mas para um quarteto de jovens que vem crescendo será a primeira oportunidade de competir lado a lado com os melhores atletas adultos do Brasil. Atual campeão paranaense e quinto colocado no ranking nacional sub-23 dos 110 metros com barreiras, Wagner de Lima Santos não esconde a ansiedade. “Bate aquele friozinho na barriga, mas é normal. Me preparei muito para este momento e vou em busca de fazer meu melhor”, contou o jovem de 19 anos. Além dele, Rebeca Benigno Fernandes, da marcha atlética, Beatriz Diogo, do salto triplo, e Pedro Tombolim, dos 800 metros, vão debutar no Troféu Brasil.

Na contramão deste trio estão nomes experientes quando o assunto é a maior competição do Brasil. Lívia Avancini, atual terceira colocada no ranking nacional, foi vice-campeã na edição de 2017 no arremesso de peso. Aos 25 anos e “calejada”, a londrinense mira mais uma vez o pódio. “É sempre uma competição muito dura. Temos os favoritos e também aqueles mais jovens que estão buscando seu espaço. É alto nível e isso exige concentração total em todos os momentos”, ensinou.

O time londrinense no Troféu Brasil ainda terá Alisson Rocha Peres, nos 5000 e 10000 metros, Cezídio Rodrigues Neto, também dos 5000 metros, Adelly Oliveira Santos, nos 100 metros com barreiras, e Shayara Cristina Ribeiro, no lançamento do dardo.

“A expectativa é boa. Temos chances de pódio com os mais experientes, como a Lívia e a Adelly. E para os mais jovens, o mais importante é ganhar rodagem, aprender competindo ao lado dos melhores em suas provas. E porque não sonhar alto? É concentrar e buscar fazer o melhor sempre”, falou o técnico Gilberto Miranda.

A edição 2018 do Troféu Brasil terá a participação de mais de 700 atletas, representando 70 clubes de todas as regiões do país. As provas começam nesta sexta (14) e vão até domingo. O Facebook oficial da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) - facebook.com/oficialcbat - vai transmitir as provas em tempo real.

Rafael Souza/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios