Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A formação será no formato online e gratuita. Serão quatro dias de curso em julho com certificados emitidos pela UEL. A temática de abordagem será o paradesporto, direcionada para profissionais que atuam no âmbito esportivo, graduandos, professores e treinadores.

A Universidade Estadual de Londrina (UEL), em uma parceria com a Superintendência Geral do Esporte do Paraná, vai oferecer em julho o terceiro curso de formação de treinadores (Módulo III). A formação será no formato online e gratuita. Serão quatro dias de curso (3, 10, 17 e 24) com certificados emitidos pela UEL. A temática de abordagem será o paradesporto, direcionada para profissionais que atuam no âmbito esportivo, graduandos, professores e treinadores.

A primeira edição (Módulo I), em 2020, contou com aproximadamente 2.100 inscritos de todo o Brasil e também alguns de fora do País. Já o módulo II aconteceu em março deste ano, com 3.300 inscrições. A proposta faz parte de um planejamento de atendimento à sociedade, vinculado à Pró-Reitoria de Extensão da UEL e do Centro de Educação Física - Departamento de Ciências do Esporte.

“A ideia do módulo é fazer exatamente esse atendimento do paradesporto. Desde estratégias que tenham a característica de intervenção no esporte com deficiência sensorial, deficiência motora e intelectual, processo de avaliação de atletas e a classificação funcional. Entendemos que este será um módulo importante para os treinadores”, disse o professor Hélcio Rossi Gonçalves, do Departamento de Ciências do Esporte, coordenador do curso.

Essa iniciativa se alinha ao programa Escola do Esporte, da Superintendência do Esporte do Paraná, que visa promover, organizar e executar diversos cursos e ações da aprendizagem em parceria com o Sistema Esportivo Estadual e suas necessidades em caráter presencial e/ou nas diversas plataformas das novas tecnologias de informação.

 “O Paraná é referência no paradesporto nacional, e a capacitação de profissionais desta área irá cada vez mais fortalecer o desenvolvimento de treinadores, atletas e variadas modalidades paradesportivas no Estado. Com isso, além de possibilitar bons resultados dentro do esporte de rendimento, também acabamos suprindo questões mais cotidianas, como a reabilitação, criando caminhos para consolidar uma profissão ou até possibilitar hábitos mais saudáveis”, afirmou o superintendente do Esporte, Helio Wirbiski.

Inscrições

O conteúdo será transmitido ao vivo pelo canal do Curso de Formação no YouTube. As inscrições podem ser efetivadas via ficha cadastral disponível AQUI.

Confira a programação completa do terceiro módulo:

3 de julho – Aspectos conceituais da deficiência. Deficiências sensoriais: conceito, características e implicações para a prática esportiva
Professora Marcia Greguol (UEL)

10 de julho – Estratégias para intervenção no esporte – deficiência motora e intelectual
Professora Bruna Seron (Universidade Federal de Santa Catarina)

17 de julho – Médias e Avaliação em Educação Física e esporte adaptado. Testes motores e adaptações. Método KTK
Professor José Irineu Gorla (Universidade Estadual de Campinas)

24 de julho – Classificação Funcional Paradesportiva
Professor Claudio Diehl Nogueira (Universidade Castelo Branco – RJ)

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios