Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Descubra se já não sabe a resposta. Porque na maioria das vezes, pelos mais variados motivos, não terá a verdade. Pelo simples motivo de procurar jogar a responsabilidade ou a culpa de nossos erros nos outros, fazemos a elas nossas perguntas. Porque sabemos que assim jamais teremos expostas nossas fraquezas, erros, culpas. Se alguém se aventurar em nos responder, acabará ficando com a culpa do desconforto, da insensibilidade, petulância, arrogância, insensatez, que são só nossas. E nos livramos assim, de mais uma culpa.

Só que não somos capazes de ver, descobrir, sentir, que as respostas estão em nossas perguntas. Até sentimos que depois de nos responder as pessoas ficam um certo tempo arredias, mas depois voltam, como cordeirinhos. E se não voltarem também, problema delas. Nos fizemos a pergunta, elas responderam e com a resposta, assumiram o que era nosso. Até porque, nós somos perfeitos em nosso egoísmo, egocentrismo, perfeição e justiça. Elas que estão e sempre estiveram erradas. Nós, jamais!

Se porventura algum dia viermos a responder nossas próprias perguntas já feitas e perdidas no tempo, veremos que não deveríamos tê-las feito. Antes disto, deveríamos ter sim, com a nossa resposta, ter corrigido nossos rumos. Evitado aquela pergunta. Ou melhor. Respondido antes de fazê-la.

Nas lições da vida, se aprende que a melhor maneira de fazer uma pergunta, é antes procurar respondê-la nós mesmos. Na noção natural das coisas, se diz que é perguntando que se aprende. Mas só vale para aquilo que realmente não soubermos. Porque aquelas nossas, tem a resposta dentro de nós. E na maioria das vezes, por não termos coragem de nos responder, vemos quem nos tinha amizade, carinho, amor, respeito, sinceridade, se afastando. Primeiro a pequenos passos, depois mais largos, e por fim, em caminho praticamente sem fim. E com medo do que nós possamos ter feito, dito, preferimos fazer a pergunta covarde. Por quê? E continuarmos sem coragem de responder.

Antonio Jorge Rettenmaier, Cronista, Escritor e Palestrante. Esta crônica está em mais de noventa jornais impressos e eletrônicos no Brasil e exterior.  Contatos, ajrs010@gmail.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL