Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Bem. Aí as coisas se confundem, ou não?

Lembro que quando moleque gostava de almoçar na casa de uma tia porque depois do almoço sempre vinha a sobremesa, aliás, para mim, o melhor do almoço.

Lembro que sempre os adultos tinham antes do almoço o tal do aperitivo, e na primeira vez que ouvi falar dele, fiquei curioso. Mas logo depois descobri que ele tinha duas versões. Uma era com licor, e a outra, coraçãozinho de frango assado. Descobri depois também, que o coração sempre completava o sabor do cálice... Hum... E parecia sempre ser tão delicioso! Nossa! E também sempre ficava tentando descobrir no que pensavam os adultos ao beber do cálice e depois estalar a boca com o coração. Como a curiosidade sempre é mais forte que o ouvido, apesar de sempre dizerem que aperitivo não era para criança, só a sobremesa, um dia caiu a resistência da obediência sobre o resto deixado sobre um cálice de aperitivo. E não era mesmo de todo ruim não. Também sobrara um coração, também provado e aprovado.

Aprendi então que antes do almoço era mesmo bom um aperitivo, e depois dele, uma sobremesa. Mas mais do que isso, aprendi a não ser guloso demais no almoço, e deixar sempre o estômago leve para bem aproveitar a sobremesa. Estomago pesado, conforme a hora da sobremesa, pode não parecer nada gostosa e até ter a culpa depois por uma indisposição maior.

E foi assim que aprendi que o aperitivo é bom, se bem sorvido da taça e devagarinho... O almoço deve ser aproveitado, mas sem exagero... E a sobremesa, saboreada com prazer.

E vejo hoje que também na vida, temos o aperitivo, o almoço, e a sobremesa. E nem sempre sabemos aproveitar qualquer um deles da maneira certa. É como diria o poeta mundano aquele. Há que saber aproveitar bem o antes, durante e também o depois. Até mesmo na idade, não?

Por isso cuidado para não abusar do almoço, e depois estragar a hora da sobremesa.

Só tem uma coisa que não consegui entender até hoje. Se o aperitivo e a sobremesa são tão bons, porque ninguém abre mão do almoço hein?

Hein? Hein?

Antonio Jorge Rettenmaier, Cronista, Escritor e Palestrante, membro da AGEI, Associação Gaúcha dos Escritores Independentes. Esta coluna está em mais de setenta jornais impressos e eletrônicos no Brasil e Exterior.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL