Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Fala Sério! 13/06/2012  17h21

Não tente entender.

Tente viver!

Ouvi esta sentença, uma única vez e a guardo para sempre. Ela reflete bem o sentimento de todos nós, quando tentamos entender alguém, algum fato, alguma situação ou momento e esquecemos-nos de viver.

É natural que sempre tentemos e jamais consigamos entender. Compreender então se torna mais difícil ainda. Tudo porque não somos capazes de ver em nós como poderia ser nossa situação ou reação diante das mesmas situações. Sempre julgamos de que nós faríamos ou seríamos diferentes. Nós sempre seríamos melhores.

Mas é exatamente neste momento que pode ser o momento em que também estamos sendo julgados. Justamente nesta hora, os outros estarão achando que seriam melhores do que nós, e que saberiam agir de forma mais clara, mais inteligente.

Por outras, estarão se colocando em nossos lugares e cometendo os mesmos erros que normalmente cometemos.

Por descobrir com o tempo o significado do que queria dizer a sentença, “Não tente entender, tente Viver!” que ficou mais fácil entender o que é viver.

O momento do momento, o sem sentido dos outros, o nosso sem sentido, nossas frações de sem noção e as dos outros também.

Sempre, sempre mesmo, as respostas às perguntas do que aconteceu, porque foi feito isso, porque não fez aquilo, estão na nossa falta de confiança em grande parte até em nós mesmos.

Então, sempre que se deparar com situações assim, não tente entender.

Tente viver!

Antonio Jorge Rettenmaier, Cronista, Escritor e Palestrante. Esta crônica está em mais de noventa jornais impressos e eletrônicos no Brasil e exterior.  Contatos, ajrs010@gmail.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL