Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em uma entrevista recente, o técnico da seleção brasileira Tite fez expôs sua opinião sobre o estilo de jogo de algumas seleções. A entrevista ficou marcada pelo fato do treinador não admirar a maneira de jogar da campeã mundial França, ou pelo menos afirma que não vê a sua seleção utilizando esta forma e dinâmica tática.

Agora, já numa fase pós-mundial da Rússia, Tite afirma que já tem ideia do modelo de jogo pretendido para a seleção. O treinador olha com bons olhos para o estilo apresentado por algumas equipes no último Mundial, entre as quais estão a Croácia e a Bélgica. Essas seleções, segundo Tite, apresentam um futebol que poderá ser mais facilmente será adquirido e mecanizado pela seleção brasileira. Chegou a dizer que é fã deste estilo de jogo, apresentado por ambas as seleções citadas.

Por outro lado, Tite afirma que não gostaria de ver a seleção apresentando um estilo de jogo semelhante ao da campeã do mundo França. Afirmou que não é o indicado para o Brasil. Para Tite, o bom futebol no Brasil significa o uso de na marcação, saber construir o jogo de forma organizada a partir do goleiro. Uma forma de jogo mais parecida com a da Croácia e Bélgica. Segundo ele, a França tentou tirar partido de outras situações e consequentemente de outra forma de jogar.

O técnico brasileiro comentou ainda o recente desempenho da sua seleção nos últimos amistosos. Contra o Uruguai, num clássico da América do Sul,  terminou com a vitória do Brasil por 1 a 0, com um gol do atacante Neymar, de grande pênalti. O último jogo foi contra a seleção de Camarões. Resultado de 1 a 0, com um gol de Richarlison, jogador do Everton de Inglaterra.

O técnico realçou a importância da realização de amistosos, acrescentando que são indispensáveis para o crescimento de uma equipe. Afirmou que são etapas de reestruturação importantes na assimilação de dinâmicas e estilo de jogo. Disse que tudo isto é um processo gradual, aonde é crucial a análise daquilo de bom que está sendo feito, de forma a dar continuidade, e daquilo que está sendo feito ainda com falhas, com o intuito de fazer melhorar esses aspectos.

O treinador finalizou a entrevista dizendo ainda que nestes dois últimos jogos, tiveram 20 estreias de jogadores. Esses jogadores, segundo Tite,  vem apresentando um desempenho muito bom nos seus respectivos clubes, o que os credenciou à seleção brasileira. É muito importante que estes jogadores realizem amistosos para ganharem entrosamento e rotina com a seleção. Agora, o técnico se prepara para a Copa América 2019.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios