Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Projeto Nossa Casa Viva exibirá receitas exclusivas e oferecerá pontos de venda para a comercialização de produtos

Você já pensou em acompanhar as receitas exclusivas de grandes chefs e ainda ter acesso a produtos típicos do Paraná, alguns com Indicação Geográfica (IG), para fazer o prato em sua própria casa? Essa é a proposta do projeto Nossa Casa Viva, do Sebrae/PR, que vai promover, a partir do dia 12 de setembro, uma série de lives com chefs de todas as regiões do estado. A intenção é reunir elementos de uma “receita de família”, valorizar o trabalho de agricultores e promover a cultura gastronômica do Paraná.

Durante a programa haverá o contato direto com uma cozinha estúdio e um bate-papo com os chefs sobre a gastronomia paranaense, alimentos e os produtores locais. Ao todo serão oito lives com especialistas em gastronomia de Foz do Iguaçu, Cascavel, Palmeira, Morretes, Londrina, Itapejara D’Oeste, Maringá e Curitiba, que vão ensinar a distância como fazer receitas de família, utilizando ingredientes únicos do Paraná.

Tempurá de legumes. Crédito: Guto Souza

Segundo a coordenadora estadual de agronegócios do Sebrae/PR, Maria Isabel Guimarães, a iniciativa faz parte do movimento de valorização da gastronomia, agronegócio e turismo do Paraná.

"O projeto foi criado com o objetivo de valorizar empresas e empresários que têm práticas semelhantes àquelas realizadas dentro da nossa própria casa. A gente quer motivar o sentimento de segurança, da comida 'feita com carinho' e que se conhece a origem - elementos tão importantes neste momento. Queremos que o público conheça e consuma os produtos típicos da sua região e assim contribua para o desenvolvimento local de produtores e empresas", explica Guimarães.

Os alimentos utilizados nas receitas fazem parte de programas como o  Origens Paraná e o Selo Alimentos do Paraná. O Origens Paraná é um movimento reúne produtores em ações de vendas e de valorização de produtos regionais, além de trabalhar pela obtenção do registro de Indicação Geográfica, concedido a produtos ou serviços que são característicos do seu local de origem, com valor intrínseco e identidade própria. Ao todo, oito produtos paranaenses já possuem IGs e outros 23 também buscam o registro.

Já o Selo Alimentos do Paraná é uma certificação de gestão e qualidade para alimentos e bebidas, disponibilizado por um grupo de entidades. As empresas passam por auditorias por certificadoras de referência e realiza ações de consultoria, serviços tecnológicos, eventos e ações de expansão de mercado.

A chef Polyana Cristina De Souza, de Londrina, vai ensinar as receitas de tempurá e sukiyaki. Crédito: Guto Souza

Confira abaixo a agenda de lives e as receitas de cada evento:

    12/09 - Giovanna Salvatti Rafagnin e Fabio Del Antonio – Foz do Iguaçu – Vori Vori e Pudim de leite com pipoca caramelizada com mel de Ortigueira

    19/09 - Vinicius Fabretti – Cascavel – Ossobuco com risoto de pinhão

    26/09 - Rosane Radecki – Palmeira – Pão no bafo com porco Moura

    03/10 - Silvana Gnata – Morretes - Caldeirada com frutos do mar

    10/10 - Polyana Cristina De Souza – Londrina- Sukiyaki e tempurá de legumes

    17/10 - Guilherme Biesek - Itapejara D’Oeste - Costelinha suína assada com melado de Capanema e mostarda picante em crosta de erva-mate de São Mateus do Sul

    24/10 – Ana Paula Segatto – Maringá – Angu de milho com porco na lata

    31/10 - Vania Krekniski – Curitiba - Paleta de cordeiro e legumes assados

No site Nossa Casa Viva, o público poderá se inscrever para cada uma das lives. Em breve, também serão divulgados os pontos de venda dos produtos típicos.

Amanda de Santa/Asimp/Sebrae

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios