Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Irmandade da Santa Casa de Londrina (ISCAL) prestou uma homenagem aos alunos da 1ª turma do curso de Medicina da UEL, no último dia 16, pelos 50 anos de curso e 45 anos de formatura. A cerimônia marcou o trabalho da Santa Casa como 1º hospital-escola de Medicina de Londrina.

A homenagem teve a participação dos alunos da época, dos médicos Ascêncio Garcia Lopes, ex-reitor da UEL, e Lucio Tedesco Marchese que trouxeram o curso para a cidade, Lígia Martin, coordenadora do curso de Medicina da UEL e Beatriz Emi Tamura, presidente da Associação Médica de Londrina. Ao relembrarem os velhos tempos, destacaram o trabalho das Irmãs na Santa Casa e a qualidade do curso que foi pioneiro em Londrina.

"Aprendemos muito aqui na Santa Casa. Foi com a Irmã Silvia que aprendi a como me paramentar. Com o doutor Lucio aprendi a fazer prontuários. Tivemos os melhores professores da época", ressaltou Fahd Haddad, superintendente da ISCAL e aluno da 1ª turma.

Trajetória - A Santa Casa é pioneira no ensino em saúde em Londrina. De 1967 a 1971 foi hospital-escola da UEL, oferecendo infraestrutura para o curso de Medicina. Antes, em 1960, inaugurou a primeira escola de cursos técnicos em saúde, o Centro de Educação Profissional Mater Ter Admirabilis. Hoje, a ISCAL tem 16 residências reconhecidas pelo MEC, sendo 11 áreas médicas e 5 áreas multiprofissionais, gerenciadas pelo Instituto de Ensino, Pesquisa e Inovação (IEPI-ISCAL).

(AGU com informações da Santa Casa. FOTOS: Elvira Alegre) 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios