Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A partir desta semana a ACIL e a ONG E-Lixo iniciam uma parceria para a coleta de lixo eletro-eletrônico em diversos pontos da cidade. A primeira ação em conjunto será no dia 29 de julho, das 9 às 17 horas, no estacionamento do Shopping Com-Tour, e visa disponibilizar um local adequado e de fácil acesso para que a população entregue materiais eletrônicos que estão em desuso ao invés de destinar os equipamentos no lixo comum.

O superintendente da ACIL, Diego Menão, explica que a parceria com a ONG E-lixo reforça, em especial nesses 80 anos da entidade, a missão de disseminar conhecimento e atuar pelo bem de Londrina. “O desejo da entidade é incentivar a multiplicação das práticas sustentáveis na rotina das empresas. Adotar medidas mais sociais e ecológicas, além de proteger o meio ambiente para proporcionar mais qualidade de vida às futuras gerações, também fortalece a marca e o compromisso das empresas junto à sociedade. O trabalho executado pela ONG é sério e muito importante para a cidade, e queremos engajar as pessoas nessa causa.”

Todo material recolhido é levado para um local apropriado e, quando possível, é recuperado para depois serem doados a projetos beneficentes. “O que pode ser reaproveitado nós separamos, arrumamos e depois de pronto fazemos doações para instituições sem fins lucrativos. O que não dá para reutilizar nós mandamos para a indústria de descarte”, afirma o diretor da ONG E-Lixo Alex Gonçalves.

A parceria entre ACIL e a E-Lixo tem como objetivo expandir o conhecimento para pessoas e empresas sobre a importância da responsabilidade social. Quando materiais eletrônicos são descartados de maneira inapropriada podem gerar sérios riscos ao meio ambiente e também à saúde. “Estes produtos não se deterioram na natureza e quando são descartados de forma errada podem trazer danos a ela. Muito se fala sobre aquecimento global e poluição, por isso fazer o destino correto desses materiais contribui para o meio ambiente. Nós precisamos fazer a nossa parte”, incentiva Alex Gonçalves.

No sábado serão coletados materiais como computadores, aparelhos de televisão, rádios, geladeiras, celulares, entre outros. O ponto de coleta não receberá produtos como lâmpadas e pilhas, pois estes possuem legislação própria para descarte.

A ONG E-lixo também emite um Certificado de Destinação de Resíduo Eletrônico, o que torna o procedimento totalmente seguro do ponto de vista jurídico.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.