Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Cascavel, que tem 456 alunos e atende a 4,7 mil pessoas só na área da saúde, levou o maior prêmio de outubro do Nota Paraná. Por ser mês das crianças, o valor dos três principais prêmios foi multiplicado por quatro e a instituição recebeu ontem (18), do governador Beto Richa, um cheque de R$ 200 mil.

Foi o maior prêmio já recebido do programa por uma entidade sem fins lucrativos. A solenidade de entrega contou com homenagem de alunos e professores do colégio estadual de Pérola.

O governador ressaltou a importância do programa de cidadania fiscal. “O Nota Paraná combate a sonegação fiscal no comércio, devolve parte do valor de ICMS para o contribuinte e aumenta a arrecadação estadual, propiciando mais investimentos para beneficiar a população, como obras, duplicação de estradas, saúde e educação”, disse.

Richa também destacou o apoio do Estado ao trabalho das Apaes. “Quando o governo federal propôs a redução de repasses para as Apaes, e a inclusão radical das crianças com necessidades especiais no ensino regular, o Paraná aprovou lei que preservou as Apaes dentro da rede estadual”, disse ele.

De acordo com o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, por ano, o governo estadual repassa R$ 500 milhões para as Apaes do Estado, entre cessão de pessoal e recursos financeiros.“É Estadoque tem maior parceria com as Apaes em todo Brasil. Além disso, agora, o Nota Paraná, possibilita que as pessoas que não informam seu CPF façam a doação dos créditos relativos do programa a essas entidades”, comenta.

Ao todo, as instituições sem fins lucrativos cadastradas no Nota Paraná já ganharam R$ 42,3 milhões. A Apae de Cascavel ocupa o primeiro lugar, acumulando R$ 1,128 milhão - sendo R$ 367 mil em prêmios e mais R$ 761 mil em créditos de notas fiscais que recebeu como doação.

Outras quatro instituições foram contempladas com um dos três maiores prêmios. Em setembro, um dos ganhadores foi o Asilo São Vicente de Paulo, de Maringá. Também já foram sorteados o Lar do Menor Siqueirense, de Siqueira Campos, a Associação de Assistência Social Evangélica, de Carambeí, e a Rede Feminina de Combate ao Câncer de União da Vitória.

PAGAR IMÓVEL - O outro premiado do sorteio da edição do mês das crianças foi o advogado Leandro Godinho Rodrigues, de Curitiba, que levou para casa R$ 80 mil. “Foi uma boa notícia. Vou usar esse recurso para amortizar parcelas do financiamento do meu imóvel, que divido com a minha noiva”, contou ele, que já vem convencendo outras pessoas a pedir CPF na nota. “Mostro que sou a prova de que o programa funciona”, diz. Avisado sobre o sorteio, o premiado que ganhou R$ 120 mil não compareceu à solenidade de entrega dos cheques.

HOMENAGEM – No evento de premiação teve uma homenagem ao Mês das Crianças e contou com a participação de alunos e professores do Colégio Estadual Nestor Victor, de Pérola, que recitaram poesias sobre cidadania fiscal. O colégio mantém desde 2009 atividades de educação fiscal e desenvolve exposições, peças de teatro e confecções de objetos que levam notas fiscais como matéria-prima.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios