Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Cascavel, que tem 456 alunos e atende a 4,7 mil pessoas só na área da saúde, levou o maior prêmio de outubro do Nota Paraná. Por ser mês das crianças, o valor dos três principais prêmios foi multiplicado por quatro e a instituição recebeu ontem (18), do governador Beto Richa, um cheque de R$ 200 mil.

Foi o maior prêmio já recebido do programa por uma entidade sem fins lucrativos. A solenidade de entrega contou com homenagem de alunos e professores do colégio estadual de Pérola.

O governador ressaltou a importância do programa de cidadania fiscal. “O Nota Paraná combate a sonegação fiscal no comércio, devolve parte do valor de ICMS para o contribuinte e aumenta a arrecadação estadual, propiciando mais investimentos para beneficiar a população, como obras, duplicação de estradas, saúde e educação”, disse.

Richa também destacou o apoio do Estado ao trabalho das Apaes. “Quando o governo federal propôs a redução de repasses para as Apaes, e a inclusão radical das crianças com necessidades especiais no ensino regular, o Paraná aprovou lei que preservou as Apaes dentro da rede estadual”, disse ele.

De acordo com o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, por ano, o governo estadual repassa R$ 500 milhões para as Apaes do Estado, entre cessão de pessoal e recursos financeiros.“É Estadoque tem maior parceria com as Apaes em todo Brasil. Além disso, agora, o Nota Paraná, possibilita que as pessoas que não informam seu CPF façam a doação dos créditos relativos do programa a essas entidades”, comenta.

Ao todo, as instituições sem fins lucrativos cadastradas no Nota Paraná já ganharam R$ 42,3 milhões. A Apae de Cascavel ocupa o primeiro lugar, acumulando R$ 1,128 milhão - sendo R$ 367 mil em prêmios e mais R$ 761 mil em créditos de notas fiscais que recebeu como doação.

Outras quatro instituições foram contempladas com um dos três maiores prêmios. Em setembro, um dos ganhadores foi o Asilo São Vicente de Paulo, de Maringá. Também já foram sorteados o Lar do Menor Siqueirense, de Siqueira Campos, a Associação de Assistência Social Evangélica, de Carambeí, e a Rede Feminina de Combate ao Câncer de União da Vitória.

PAGAR IMÓVEL - O outro premiado do sorteio da edição do mês das crianças foi o advogado Leandro Godinho Rodrigues, de Curitiba, que levou para casa R$ 80 mil. “Foi uma boa notícia. Vou usar esse recurso para amortizar parcelas do financiamento do meu imóvel, que divido com a minha noiva”, contou ele, que já vem convencendo outras pessoas a pedir CPF na nota. “Mostro que sou a prova de que o programa funciona”, diz. Avisado sobre o sorteio, o premiado que ganhou R$ 120 mil não compareceu à solenidade de entrega dos cheques.

HOMENAGEM – No evento de premiação teve uma homenagem ao Mês das Crianças e contou com a participação de alunos e professores do Colégio Estadual Nestor Victor, de Pérola, que recitaram poesias sobre cidadania fiscal. O colégio mantém desde 2009 atividades de educação fiscal e desenvolve exposições, peças de teatro e confecções de objetos que levam notas fiscais como matéria-prima.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.