Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) abrirá, no próximo sábado (24), as atividades do Mutirão do Cadastro Único. A iniciativa é uma medida que visa atender a demanda das famílias que atualmente estão na fila de espera para atendimentos referentes ao Cadastro Único (CADÚnico) em Londrina.

Os mutirões serão realizados sempre aos sábados, das 8 às 18 horas, para atender todas as famílias que estão aguardando os agendamentos, já feitos até junho de 2018, nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do município. Ao todo, a programação contará com 13 datas, sendo que os trabalhos iniciais ocorrerão neste sábado (24), com atendimento para 240 famílias, no CRAS Norte A e no CRAS Leste, que são as unidades que possuem o maior número de agendamentos do CADÚnico.

Por meio do sistema nacional CADÚnico é viabilizado o acesso e integração dos cidadãos e famílias aos programas sociais, serviços e benefícios concedidos junto ao Governo Federal. Dentre os quais estão o Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Luz Fraterna, Programa do Leite, tarifa social de água e energia elétrica, transporte coletivo, entre outros. Até janeiro de 2018, cerca de 45.346 famílias de Londrina estavam cadastradas na base do Cadastro Único.

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Nádia Oliveira de Moura, em cada dia do mutirão está previsto o preenchimento de 120 cadastros por CRAS, sendo que todas as unidades da área urbana prestarão os atendimentos. “Um grupo de 18 servidores foi mobilizado e irá trabalhar durante os mutirões. Vale ressaltar que neste trabalho, aos sábados, apenas serão atendidas as famílias que já possuem agendamento e estão sendo contactadas a comparecer pelas equipes dos CRAS”, disse.

Ainda de acordo com a secretária, a ação funcionará para agilizar os atendimentos das famílias que estão em fila de espera e colocar em ordem a situação cadastral relativa ao CADÚnico. “A Assistência Social está trabalhando unida para solucionar as demandas e os cidadãos estão sendo convidados, conforme seus agendamentos, para a atualização dos cadastros já existentes ou a inserção nos programas e benefícios”, completou.

Na sequência do mutirão, serão atendidas 720 famílias em abril, 960 em maio e outras 1.200 no mês de junho, quando encerram as atividades. Participam o CRAS Norte A e Norte B, Sul A e Sul B, Centro A e Centro B, CRAS Leste, e CRAS Oeste A e Oeste B.

Os cidadãos que têm interesse nos atendimentos do Cadastro Único e não estão com agendamentos marcados podem comparecer diariamente, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, nas unidades do CRAS em Londrina.

Demanda - A demanda de famílias que aguardam o acesso aos serviços do Cadastro Único em Londrina foi gerada devido a uma soma de diferentes fatores. Houve a inclusão de novos públicos no Cadastro Único, como os beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC), que inclui cerca de 14 mil cadastrados em Londrina, desde meados de 2017, entre pessoas idosas e pessoas com deficiência.  Outra questão refere-se à demanda apresentada com relação ao transporte escolar, envolvendo as famílias que precisam do acesso ao Cadastro Único para que os alunos tenham o direito a passagem gratuita.

Ainda há o grande volume de trabalho que a Secretaria de Assistência Social precisa fazer diariamente para a inclusão, atualização, averiguação e manutenção da base de dados do Cadastro Único. Em 2017, foram 16 mil famílias em situação de bloqueios e cancelamentos de benefícios integrantes do CADÚnico.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios