Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Geral 20/07/2017  09h19

Comitê de Solidariedade da Sercomtel doa 500 mantas para famílias de assentamentos

A iniciativa dos funcionários contemplou famílias do Eli Vive I e Eli Vive II; ação faz parte do novo projeto “Aquecendo Corações”

Minimizar o desconforto causado pelo frio e proporcionar mais qualidade de vida para famílias carentes. É com este propósito que o Comitê de Solidariedade dos Funcionários da Sercomtel deu início na terça-feira (18) ao projeto "Aquecendo Corações" e doou 500 mantas para famílias dos assentamentos Eli Vive I e Eli Vive II, a 15 quilômetros de distância do distrito de Lerroville.

Pelo fato de os assentamentos se localizarem na zona rural nem sempre os moradores têm acesso a produtos e serviços que normalmente estão ao alcance da população até mesmo nos municípios de pequeno porte.

Assim, a ação vem em um momento oportuno, já que as temperaturas na região norte tem caído nos últimos dias. “Visitamos os assentamentos e são lugares descampados, abertos, por isso faz muito frio naquela região. Ficamos contentes em ajudar aquelas famílias a se protegerem neste inverno e de saber que conseguimos graças aos nossos funcionários, que continuam ajudando o Comitê a realizar ações como esta”, comentou o presidente do Comitê de Solidariedade, Aparecido Rodrigues.

O projeto do Comitê chamou a atenção da diretoria da Sercomtel, que elogiou a iniciativa. “O Comitê de Solidariedade, ao longo de sua história, sempre esteve presente na vida da comunidade, principalmente de Londrina e região. Nestes dias frios, mais uma vez o Comitê consegue levar um pouco de calor e carinho, desta vez para os moradores do Eli Vive I e II”, disse a diretora Administrativa da Sercomtel, Eloiza Pinheiro.

A diretora também destacou a importância do papel social da entidade e dos funcionários neste processo. “É com muito orgulho que vemos os empregados se dedicarem a uma causa tão nobre, firmando o nome da Sercomtel junto a ações de responsabilidade social. Uma pequena contribuição de cada empregado que doa um vale-refeição por mês consegue fazer a diferença na vida de muita gente, nossos irmãos menos afortunados. Quem ainda não contribui com o Comitê, experimente ser um doador”, valorizou.

Além das 500 mantas doadas aos assentamentos Eli Vive I e Eli Vive II, o Comitê de Solidariedade ainda doará mais 40 mantas nesta primeira etapa do projeto. “Serão destinadas 25 mantas para o projeto ‘Mãos que Semeiam’, que todas as quartas-feiras presta assistência a moradores de rua, na Concha Acústica, e 15 cobertores para a Pastoral da Família, da Igreja Nossa Senhora de Nazaré”, detalha Aparecido.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios