Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Geral 01/08/2017  09h37

Conferência de Assistência Social reúne cerca de 450 pessoas

Propostas elencadas durante o encontro serão encaminhadas para as esferas governamentais estadual e federal

No último final de semana, o município de Londrina realizou a XII Conferência Municipal de Assistência Social de Londrina para debater as políticas públicas assistenciais em prol do fortalecimento do Sistema Único da Assistência Social (SUAS). O encontro, realizado na sede da Guarda Mirim, reuniu cerca de 450 pessoas.

Segundo a secretária municipal de Assistência Social, Nádia Oliveira de Moura, a conferência foi um momento bastante produtivo, principalmente para os usuários do sistema. “Muitos usuários estiveram presentes e ajudaram a enriquecer os debates. Isso nos surpreendeu, porque geralmente não se tem tanta participação e o que pretendemos foi, de fato, a construção conjunta de políticas públicas entre o poder público e os usuários do sistema. As conferências são espaços onde a sociedade civil e o governo se encontram para somar conhecimentos”, frisou.

Durante a sexta-feira (28) e o sábado (29), os participantes puderam assistir as palestras com o presidente do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), Fábio Bruni; com o presidente do Conselho Estadual de Assistência Social do Paraná (Ceas), Paulo Silvério Pereira; com a secretária de Assistência Social, Nádia Moura, e outros especialistas.

Foi aprovado o Regimento Interno da Conferência e discutiram-se a “Garantia de Direitos no Fortalecimento do SUAS” e as “Estratégias para Consolidação do SUAS na Garantia dos Direitos Socioassistenciais e na Efetivação do Plano Decenal da Assistência Social 2016-2026”.

O público participante também pôde acompanhar a prestação de contas do Conselho Municipal de Assistência Social, e debater as perspectivas da garantia dos direitos na política de assistência para os próximos anos. Os membros representantes de entidades não governamentais (sociedade civil) que ocuparão o espaço no Conselho Municipal de Assistência Social e os delegados para a Conferência Estadual de Assistência Social também foram eleitos. Foram preenchidas 14 vagas, sendo cinco de usuários do SUAS.

Ao todo, 10 propostas, elencadas pelos trabalhadores, usuários do sistema e entidades vinculados à área, foram analisadas e serão encaminhadas à Conferência Estadual de Assistência Social. Outras medidas foram selecionadas para a Conferência Nacional por se tratarem de ações referentes à União.

O objetivo da conferência foi debater o direito à participação social na construção do diagnóstico, planejamento, execução, monitoramento e avaliação do Sistema único de Assistência Social; a gestão das demandas de forma territorializada e intersetorializada, mediante definição de protocolos, fluxos e competências, para promover a inclusão e o acesso aos direitos; e a necessidade de revisar e instituir as leis, normas, parâmetros, pactos, protocolos, para garantir a concretização dos direitos ao público que necessita dos programas, serviços, benefícios e projetos desta política. Os levantamentos serão encaminhadas para as Conferências Estadual e Federal.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.