Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Geral 17/08/2017  09h28

Conheça a Casa da Humildade, um projeto voltado aos pobres

Inspirada pelas palavras de Jesus, “Casa da Humildade" busca atender ao pobre e necessitado levando conforto para o corpo e para a alma

Há dois anos, o senhor Sidinei Francisco Pereira deu início a um projeto ousado. Guiado pelos ensinamentos do Santo Evangelho e tomado por profundo desejo de atender os mais necessitados, buscou na prática atender as palavras de Jesus “Tive fome e me destes de comer”.  Com apoio de mais alguns agentes de pastorais, na Páscoa do ano passado, deu os primeiros passos para a concretização de uma obra que viesse atender de forma plena o pedido de Cristo.

Com a “Festa da Humildade”, realizada no domingo de Páscoa, Sidinei e voluntários ligados à Igreja reuniram, no Santuário São Judas Tadeu, muitas pessoas carentes, principalmente crianças. Assim, eles atendiam outro pedido de Jesus, “Quando deres uma ceia, convida os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos. Serás feliz porque eles não têm como retribuir, mas ser-te-á retribuindo na ressureição dos justos” (Lc 14, 13-14). A festa ficou conhecida como “Páscoa dos Pobres”.

Mas Sidinei sabia que a missão não terminava por aí. Era preciso dar continuidade para que os pobres, abandonados, famílias carentes, moradores de rua, doentes e demais necessitados pudessem ser atendidos. Nasce desta forma, a “Casa da Humildade”, uma associação composta por voluntários dispostos a servir a Deus doando seu tempo para os pequeninos de Cristo, Sidinei se torna o presidente da obra.

“A princípio nós queremos atender as necessidades básicas dos necessitados, levando comida, remédio, serviços de higiene, oportunidades. Mas o trabalho não pode terminar por aí, é preciso uma continuidade, nosso objetivo principal é resgatar a dignidade de cada um. E para aqueles que estiverem com seus corações abertos a Deus, também faremos um trabalho de catequese”, comenta Sidinei.

Com a benção do Padre Antônio Cossari, direção espiritual de Padre Edivan dos Santos e sendo orientados por Padre Joel Medeiros, além do apoio de vários outros párocos e paróquias, a Casa da Humildade aos poucos vai caminhando como uma obra de misericórdia. O projeto é tão importante que outras arquidioceses tem se interessado pelo trabalho. “É uma obra que tem o desejo de se expandir para todo o Brasil, recentemente estive em São Paulo e percebi o interesse das pessoas por uma obra que viesse de encontro com seus desejos de atender os pobres. Estamos conversando, aos poucos, com a graça de Deus, e como nosso próprio nome diz, com humildade, Deus vai revelando seus planos para nós”, conclui Sidinei.

Recentemente, o presidente da Casa da Humildade busca, junto a prefeitura de Londrina, adquirir por empréstimo uma casa localizada no jardim Santa Rita, na zona oeste. O imóvel foi desocupado há dois anos e encontra-se em estado de abandono, sendo constantemente alvo de vandalismo. A casa irá ajudar a concentrar o atendimento, principalmente na questão do preparo para as refeições distribuídas pela associação.

A Casa da Humildade está de portas abertas para todos aqueles que se sentem chamados ao serviço de Deus no atendimento aos mais necessitados. Os interessados podem procurar a secretaria do Santuário São Judas Tadeu e falar com Berenice ou Meiriely.

Convite para a Missa da Humildade

Dia: 25/08

Horário: 19h30

Celebrante: Padre Edvan Pedro dos Santos

Local: Santuário São Judas Tadeu - Av. Vicente Bocuti, 440 - Santa Rita I

Jordino Neto/Jornal União

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios