Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Foram 30 horas de programação ininterrupta, atravessando a madrugada, com 13 equipes e 69 participantes. O resultado: soluções inovadoras para aumentar ainda mais a eficiência das fiscalizações do Crea-PR. O 1° Hackathon do Sistema marcou o protagonismo do Paraná. Iniciativa inédita entre todos os Creas do Brasil, a maratona foi realizada neste fim de semana, em Maringá (PR), e teve representantes de 30 cidades do País. Com o tema “Fiscalização Inovadora, Sociedade Segura”, a competição foi organizada pelo Crea-PR e Aprogeo-PR (Associação Profissional dos Geógrafos do Paraná), em parceria com a Unicesumar.

“Essa quantidade de pessoas com diferentes mindsets transformou Maringá num centro de inovação para as Engenharias, Agronomias e Geociências. A intenção do Conselho com este evento foi buscar soluções para uma fiscalização inovadora, ágil e que traga segurança para a sociedade”, avaliou o presidente do Crea-PR, Engenheiro Civil Ricardo Rocha.

Ao todo, o Hackathon distribuiu R$ 9,5 mil em prêmios. Os participantes tiveram mentoria com profissionais do Sistema Confea/Crea durante toda a elaboração dos projetos e acompanharam palestras sobre as principais tendências tecnológicas do setor. Confira as iniciativas que fecharam o Top 3 na maratona de inovação.

1° EufraimBit

A equipe mostrou um site responsivo chamado AUD Crea, que busca otimizar o tempo dos fiscais por meio da aglutinação de dados de licitações. Essa reunião de dados é feita por um robô que lê diversos sites de prefeituras e unifica as informações referentes aos processos licitatórios em um único local. Este processo é feito atualmente de maneira manual pelos Agentes Fiscais, em que os colaboradores tem que garimpar uma grande quantidade de dados.

“É a nossa primeira participação, então a surpresa com o primeiro lugar foi enorme! Eu não tenho como explicar, é uma sensação incrível você saber que seu trabalho foi útil, que gerou algo importante e que teve impacto para um público, isso é sensacional! Só temos a agradecer o pessoal que ajudou a gente, os fiscais, os gerentes, a coordenação, os palestrantes, enfim, todo mundo! Sem eles, nada disso seria possível”, comentou o representante Matheus Gabriel Matos.

2° Pedreiros do Software

O objetivo foi mostrar uma nova arquitetura para o TABFisc, reescrevendo os dados do Sistema e apresentando uma versão mais clean e otimizada do app que o Conselho já tem. Com isso, a utilização da ferramenta passa a demandar menos tempo dos fiscais.

 “A expectativa era alta com a premiação, já que temos experiências de outros Hackathons e vínhamos com um bom entroncamento anterior. O resultado foi positivo, valeu muito a pena essas 30 horas de trabalho duro e poder ajudar o Crea de alguma maneira”, afirmou o representante Pedro Henrique Lobato.

3° FG Hightech

A solução realiza alertas ao profissional sobre o vencimento de ações, gerando uma maior economia de tempo e recursos. Dentro de um sistema simples, ele pode observar todos os seus processos e a atual situação deles, por meio de um filtro de CPF e CNPJ. É possível oficiar um Engenheiro ou empresa diretamente do APP.

 “Tínhamos expectativa uma grande deste evento e o grande trabalho em equipe mostrou isso. A gente tinha esperança, mas não esperava, é uma sensação incrível! Sem palavras para este momento. Queríamos agradecer em especial aos fiscais, a nossa ideia surgiu de uma necessidade deles, a participação deles foi essencial”, disse o representante Saulo Muzzolon.

Asimp/Crea-PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.