Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Foram 30 horas de programação ininterrupta, atravessando a madrugada, com 13 equipes e 69 participantes. O resultado: soluções inovadoras para aumentar ainda mais a eficiência das fiscalizações do Crea-PR. O 1° Hackathon do Sistema marcou o protagonismo do Paraná. Iniciativa inédita entre todos os Creas do Brasil, a maratona foi realizada neste fim de semana, em Maringá (PR), e teve representantes de 30 cidades do País. Com o tema “Fiscalização Inovadora, Sociedade Segura”, a competição foi organizada pelo Crea-PR e Aprogeo-PR (Associação Profissional dos Geógrafos do Paraná), em parceria com a Unicesumar.

“Essa quantidade de pessoas com diferentes mindsets transformou Maringá num centro de inovação para as Engenharias, Agronomias e Geociências. A intenção do Conselho com este evento foi buscar soluções para uma fiscalização inovadora, ágil e que traga segurança para a sociedade”, avaliou o presidente do Crea-PR, Engenheiro Civil Ricardo Rocha.

Ao todo, o Hackathon distribuiu R$ 9,5 mil em prêmios. Os participantes tiveram mentoria com profissionais do Sistema Confea/Crea durante toda a elaboração dos projetos e acompanharam palestras sobre as principais tendências tecnológicas do setor. Confira as iniciativas que fecharam o Top 3 na maratona de inovação.

1° EufraimBit

A equipe mostrou um site responsivo chamado AUD Crea, que busca otimizar o tempo dos fiscais por meio da aglutinação de dados de licitações. Essa reunião de dados é feita por um robô que lê diversos sites de prefeituras e unifica as informações referentes aos processos licitatórios em um único local. Este processo é feito atualmente de maneira manual pelos Agentes Fiscais, em que os colaboradores tem que garimpar uma grande quantidade de dados.

“É a nossa primeira participação, então a surpresa com o primeiro lugar foi enorme! Eu não tenho como explicar, é uma sensação incrível você saber que seu trabalho foi útil, que gerou algo importante e que teve impacto para um público, isso é sensacional! Só temos a agradecer o pessoal que ajudou a gente, os fiscais, os gerentes, a coordenação, os palestrantes, enfim, todo mundo! Sem eles, nada disso seria possível”, comentou o representante Matheus Gabriel Matos.

2° Pedreiros do Software

O objetivo foi mostrar uma nova arquitetura para o TABFisc, reescrevendo os dados do Sistema e apresentando uma versão mais clean e otimizada do app que o Conselho já tem. Com isso, a utilização da ferramenta passa a demandar menos tempo dos fiscais.

 “A expectativa era alta com a premiação, já que temos experiências de outros Hackathons e vínhamos com um bom entroncamento anterior. O resultado foi positivo, valeu muito a pena essas 30 horas de trabalho duro e poder ajudar o Crea de alguma maneira”, afirmou o representante Pedro Henrique Lobato.

3° FG Hightech

A solução realiza alertas ao profissional sobre o vencimento de ações, gerando uma maior economia de tempo e recursos. Dentro de um sistema simples, ele pode observar todos os seus processos e a atual situação deles, por meio de um filtro de CPF e CNPJ. É possível oficiar um Engenheiro ou empresa diretamente do APP.

 “Tínhamos expectativa uma grande deste evento e o grande trabalho em equipe mostrou isso. A gente tinha esperança, mas não esperava, é uma sensação incrível! Sem palavras para este momento. Queríamos agradecer em especial aos fiscais, a nossa ideia surgiu de uma necessidade deles, a participação deles foi essencial”, disse o representante Saulo Muzzolon.

Asimp/Crea-PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios