Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) e a Ordem dos Advogados do Brasil no Estado (OAB-PR) lançaram nesta quarta-feira (28), em Curitiba, um serviço especial para advogados, dentro do sistema Detran Fácil. A intenção é permitir que os profissionais façam processos pela internet, sem a necessidade de deslocamento até uma unidade do Detran.

Com a facilidade, os filiados à OAB poderão representar os clientes de maneira completamente digital nos processos de defesa e recurso de infrações de trânsito de competência do Detran Paraná, além de recursos em processos de suspensão e cassação da carteira de habilitação.

“É mais um avanço na oferta de serviços online. Desde 2011, o Governo do Paraná investe em funcionalidades que melhorem a relação entre o Detran e os usuários. Já são mais de 16 milhões de serviços feitos pela internet, que evitam filas e tornam o atendimento mais rápido e eficiente”, disse o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

Para o Presidente OAB-PR, José Augusto Araújo de Noronha, a novidade demonstra respeito com os profissionais. “Este mecanismo vai facilitar muito a relação entre o Detran e os advogados e, acredito também, nos ajudar a trabalhar de forma mais ética e eficiente”, afirmou.

COMO FUNCIONA - O acesso é feito pelo site www.detran.pr.gov.br, na área do Detran Fácil. Para o primeiro cadastro é necessário preencher o formulário digital, que vincula a conta do advogado ao certificado gerado pelo tolken de identificação profissional da OAB-PR.

Ao abrir o sistema, haverá então o ícone “Procurador”, exclusivo para os recursos abertos em nome de terceiros. Depois, basta seguir os passos dos recursos presenciais:

- Determinar o tipo de recurso: de habilitação ou auto de infração, informando os dados da notificação, CNH, auto ou Renavan do veículo;

- Preencher os dados pessoais do outorgante, para que o sistema informe também o cliente dos avanços no processo;

- Inserir o texto da defesa e os documentos necessários para a tese recursal;

- Anexar a procuração em formato digital.

Concluído o envio, o sistema envia automaticamente um código para validação e todos os avanços no processo são informados via e-mail, ao advogado e ao cliente. O outorgante continua recebendo a carta com o resultado dos recursos, enquanto o advogado pode realizar o acompanhamento via site.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.