Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Detran-PR regulamentou neste mês o serviço de registro de contratos de veículos adquiridos por meio de financiamento. A medida atende a resolução 689/17 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). A ideia é dar transparência ao processo e reduzir os custos da operação para o comprador.

O valor estabelecido pelo órgão é semelhante ao praticado nos estados que já aderiram à normatização nacional. Do valor total de cada operação (R$ 350), o Detran ficará com R$ 87,50. Hoje, o órgão arrecada apenas R$ 32,39, sem saber quanto é cobrado do comprador pelo único operador autorizado a fazer o serviço.

Com a regulamentação da prática, a estimativa do Detran-Pr é de uma receita extra de R$ 2 milhões mensais, valor que anteriormente ficaria para o prestador do serviço. Esses recursos serão destinados para campanhas educativas de trânsito, sinalização viária das cidades paranaenses, compra de materiais e equipamentos para o policiamento de trânsito (bafômetros, guinchos, etc), além de aumentar o repasse do órgão para o Fundo Estadual de Segurança Pública (Funseg).

CONCORRÊNCIA – A medida do Detran também abre a possibilidade de outras empresas participarem do processo de registro de contratos. Há 20 anos, o serviço está a cargo de apenas um operador, a Fenaseg que utiliza o sistema de processamento de outra empresa, a Cetip, para realizar a operação. Esta organização foi adquirida no ano passado pela B3 S/A, instituição vinculada à Bovespa.

O Detran já iniciou o credenciamento de empresas para atuarem como registradoras de contratos. Até o momento, a iniciativa atraiu sete interessados em participar do processo.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.