Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O prazo para os brasileiros regularizarem o título de eleitor termina vai até 6 de maio. Os eleitores precisam do documento regularizado para votarem nas eleições municipais de outubro deste ano. O pleito irá decidir os prefeitos e vereadores nos municípios do país.

Em 2019, cerca de 2,4 milhões de cidadãos tiveram os títulos de eleitor cancelados porque deixaram de votar e não justificaram a ausência por três votações consecutivas. Para a Justiça Eleitoral, cada turno equivale a uma eleição.

Para ter a situação regularizada, o eleitor deve comparecer a um cartório eleitoral, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto, além de pagar uma multa de R$ 3,51 por turno que deixou de votar.

Além de ficar impedido de votar, quem teve o título de eleitor cancelado não pode tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos e fazer matrículas em universidades públicas, entre outras restrições.

Agência do Rádio

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.