Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Geral 03/10/2017  08h55

Embaixador da República Popular da China visita Londrina

Pela primeira vez em Londrina, embaixador falou a respeito da importância das relações comerciais entre Brasil e o país asiático

Ontem (2), o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, recebeu pela primeira vez a visita do embaixador da República Popular da China, Li Jinzhang, ao Município. Ele veio conhecer a cidade a convite do ex-senador Francisco Leite Chaves, que também participou da reunião no gabinete do prefeito.

Durante a visita, os representantes trocaram informações sobre seus países e interesses em construir uma parceria mais efetiva no ramo empresarial de tecnologia da informação, inteligência artificial e educacional. O embaixador explicou que a intenção é fortalecer a cooperação empresarial com o Brasil, levando-se em consideração que somente no ano passado foram investidos U$ 5,8 bilhões de dólares em relações comerciais entre o país asiático e o Brasil. Já no primeiro semestre deste ano, houve um crescimento, o que possibilitou até o momento, a movimentação de U$ 4,8 bilhões entre os dois países.  

“A China é um dos maiores países do mundo no que se refere a investimentos externos e é exatamente o que estamos querendo construir: uma relação com empresários do mundo inteiro, para que eles vejam Londrina e queiram investir aqui e trazer suas empresas para cá”, disse o prefeito.

Marcelo lembrou também que já esteve reunido com os maiores empresários do ramo alimentício do Japão e com representantes da Croácia para apresentar a eles a cidade como uma opção para investimentos estrangeiros. “Estamos construindo as condições para que Londrina possa receber empresas estrangeiras com relação à infraestrutura, desburocratização, com uma legislação moderna, criativa e inovadora, e com segurança jurídica para o empresariado”, finalizou.

Além disso, o ex-senador explicou que há tempo vem tratando sobre a cidade de Londrina com o embaixador. A intenção de Chaves foi apresentar ao prefeito e ao embaixador a ideia de um projeto sobre a criação de um polo econômico e tecnológico da China no Brasil. “Londrina seria o local ideal para isso, dada a expressão econômica da cidade e proximidade com países da América do Sul e o embaixador se interessou. A grande alternativa econômica para o Brasil é o oriente, com a vinda de capital, conhecimento e tecnologia e não teria local melhor para a criação de um polo econômico no norte do Paraná”, defendeu.

O embaixador chinês explicou que apesar de ser a primeira vez que ele vem a Londrina já conhecia a cidade por conta da apresentação feita pelo ex-senador Chaves e por meio da conversa com o prefeito Marcelo Belinati.  “Londrina é um local com uma bela paisagem. Sua vantagem geográfica é extraordinária, porque fica no centro, no coração, econômico do país. Acredito que daqui para frente a cidade terá um crescimento maior. Estamos com grande entusiasmo. Espero que possamos apresentar mais empresas para fazerem visitas e intercâmbios com empresas locais”, disse Li Jinzhang.

O embaixador chegou a Londrina ontem à noite (1º), vindo de Curitiba. Amanhã (3), a comitiva chegará a Foz do Iguaçu para participar da Festa da Lua, a ser realizada nas Cataratas do Iguaçu. Também participaram da reunião o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina, Nado Ribeirete, o reitor da Faculdades Londrina, Zulmar Fachin, e representantes da Faculdade Instituto Superior de Educação do Paraná.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.