Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Geral 03/10/2017  08h55

Embaixador da República Popular da China visita Londrina

Pela primeira vez em Londrina, embaixador falou a respeito da importância das relações comerciais entre Brasil e o país asiático

Ontem (2), o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, recebeu pela primeira vez a visita do embaixador da República Popular da China, Li Jinzhang, ao Município. Ele veio conhecer a cidade a convite do ex-senador Francisco Leite Chaves, que também participou da reunião no gabinete do prefeito.

Durante a visita, os representantes trocaram informações sobre seus países e interesses em construir uma parceria mais efetiva no ramo empresarial de tecnologia da informação, inteligência artificial e educacional. O embaixador explicou que a intenção é fortalecer a cooperação empresarial com o Brasil, levando-se em consideração que somente no ano passado foram investidos U$ 5,8 bilhões de dólares em relações comerciais entre o país asiático e o Brasil. Já no primeiro semestre deste ano, houve um crescimento, o que possibilitou até o momento, a movimentação de U$ 4,8 bilhões entre os dois países.  

“A China é um dos maiores países do mundo no que se refere a investimentos externos e é exatamente o que estamos querendo construir: uma relação com empresários do mundo inteiro, para que eles vejam Londrina e queiram investir aqui e trazer suas empresas para cá”, disse o prefeito.

Marcelo lembrou também que já esteve reunido com os maiores empresários do ramo alimentício do Japão e com representantes da Croácia para apresentar a eles a cidade como uma opção para investimentos estrangeiros. “Estamos construindo as condições para que Londrina possa receber empresas estrangeiras com relação à infraestrutura, desburocratização, com uma legislação moderna, criativa e inovadora, e com segurança jurídica para o empresariado”, finalizou.

Além disso, o ex-senador explicou que há tempo vem tratando sobre a cidade de Londrina com o embaixador. A intenção de Chaves foi apresentar ao prefeito e ao embaixador a ideia de um projeto sobre a criação de um polo econômico e tecnológico da China no Brasil. “Londrina seria o local ideal para isso, dada a expressão econômica da cidade e proximidade com países da América do Sul e o embaixador se interessou. A grande alternativa econômica para o Brasil é o oriente, com a vinda de capital, conhecimento e tecnologia e não teria local melhor para a criação de um polo econômico no norte do Paraná”, defendeu.

O embaixador chinês explicou que apesar de ser a primeira vez que ele vem a Londrina já conhecia a cidade por conta da apresentação feita pelo ex-senador Chaves e por meio da conversa com o prefeito Marcelo Belinati.  “Londrina é um local com uma bela paisagem. Sua vantagem geográfica é extraordinária, porque fica no centro, no coração, econômico do país. Acredito que daqui para frente a cidade terá um crescimento maior. Estamos com grande entusiasmo. Espero que possamos apresentar mais empresas para fazerem visitas e intercâmbios com empresas locais”, disse Li Jinzhang.

O embaixador chegou a Londrina ontem à noite (1º), vindo de Curitiba. Amanhã (3), a comitiva chegará a Foz do Iguaçu para participar da Festa da Lua, a ser realizada nas Cataratas do Iguaçu. Também participaram da reunião o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina, Nado Ribeirete, o reitor da Faculdades Londrina, Zulmar Fachin, e representantes da Faculdade Instituto Superior de Educação do Paraná.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios