Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Mais de 150 pessoas participaram, nesta quinta-feira (28), de uma atividade preparatória para a 10ª edição da Conferência Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, que irá ocorrer em Londrina nos dias 8 e 9 de novembro deste ano. O encontro foi no auditório da Igreja Nova Aliança, na região central, e participaram dos debates conselheiros do segmento, profissionais da rede de atendimento municipal à criança e ao adolescente, conselheiros tutelares e representantes de diversas entidades, entre igrejas, escolas e Organizações Não Governamentais (ONGs). Estiveram presentes representantes das secretarias municipais de Saúde, Assistência Social e Educação.

Foram colocados em pauta assuntos integrados ao tema “Proteção integral, diversidade e enfrentamento à violência”, que será o mote da próxima Conferência Municipal, organizada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), com apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Uma mesa-redonda trouxe ao público os eixos principais que irão nortear, nos próximos meses, as pré-conferências em todas as regiões de Londrina, e conferências livres, antecedendo o evento principal, em novembro. Participaram da apresentação e debates a promotora de justiça Josilaine Aleteia de Andrade, do Ministério Público do Paraná; Jaqueline Ferreira como representante do Núcleo Regional de Educação; Flávia Fernandes Carvalhaes, psicóloga do CREAS II de Londrina; Gisele Tavares, assistente social da Secretaria Municipal de Assistência Social; Reinaldo César Zanardi, jornalista e docente da UEL; e Marco Antônio da Rocha, assistente social que atua no Ministério Público do Paraná.

De acordo com a presidente do CMDCA, Rejane Romagnoli Tavares Aragão, o encontro surtiu o efeito esperado e contou com participação efetiva dos participantes, que se manifestaram e expuseram suas ideias, servindo para fortalecer a mobilização e ampliar a divulgação da 10ª Conferência. “O evento completará 10 anos nesta edição, então será um momento bastante especial para todas as pessoas da sociedade e do Município que estão envolvidos nos trabalhos direcionados a resguardar os direitos das crianças e adolescentes, com ações de proteção, acesso a serviços, defesa da diversidade e o enfrentamento à violência. A ideia é sempre construir as ações em conjunto, de forma intersetorial”, destacou.

Ainda segundo Rejane, a capacitação do encontro de hoje e as atividades preparatórias à Conferência estimulam o diálogo e a aprendizagem, dando voz a crianças e adolescentes e a quem trabalha dando assistência e suporte a eles na cidade. Ela informou que, a partir do dia 14 de julho, terão início as pré-conferências, que irá totalizar, até o mês de setembro, 22 encontros em todas as regiões de Londrina, incluindo distritos e assentamentos rurais.“Paralelamente, está aberto para as entidades e órgãos como escolas, ONGs, igrejas e outras, a organização suas conferências livres para debater os temas e trazer novas propostas e ideias que serão abordadas na décima edição da Conferência”, acrescentou.

Quem tiver interesse em conhecer mais detalhes e obter informações sobre as atividades pode acessar o portal da Prefeitura, no endereço www.londrina.pr.gov.br . Basta acessar o menu principal e selecionar a área de Conselhos, depois a opção CMDCA.

Eixos - A 10ª Conferência Municipal, que acontecerá nos dias 8 e 9 de novembro deste ano,  apresentará cinco eixos centrais de debates: Garantia dos Direitos e Políticas Públicas Integradas e de Inclusão Social; Prevenção e Enfrentamento da Violência Contra Crianças e Adolescentes; Orçamento e Financiamento das Políticas para Crianças e Adolescentes; Participação, Comunicação Social e Protagonismo de Crianças e Adolescentes; e Espaços de Gestão e Controle Social das Políticas Públicas de Promoção, Proteção e Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes.

O objetivo é proporcionar um ambiente livre e democrático, aberto a qualquer cidadão, visando ampliar a participação da comunidade no planejamento, controle e fiscalização das políticas públicas.

N.Com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios