Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com a crescente demanda mundial pelo controle da segurança alimentar e uma vida mais saudável, a população tem buscado, cada vez mais, a garantia e a confiança nos produtos a serem consumidos.  Com esta visão, a Coamo iniciou em 2014, a implantação do sistema para certificação da norma FSSC 22000 - Food Safety System Certification - nas suas Indústrias de Refino, Hidrogenação, Interesterificação de Óleos e Indústria de Margarinas no parque industrial da cooperativa em Campo Mourão, Centro-Oeste do Paraná. A FSSC 22000 é uma norma internacional que trata dos requisitos de segurança de alimentos, que surgiu como uma evolução da ISO 22000, representando uma abordagem abrangente para a gestão de riscos voltada à segurança dos alimentos em toda a cadeia de fornecimento.

Dessa forma, a Coamo foi certificada por uma empresa com reconhecimento internacional, a DNV.GL Det Norske Veritas (Noruega) and Germanischer Lloyd (Alemanha). Segundo o superintendente Industrial da Coamo, Divaldo Correa, para este processo de certificação, a cooperativa realizou uma série de ações. “Investimos na capacitação dos colaboradores e áreas de apoio para aperfeiçoar um trabalho que a Coamo já vinha realizando, porém se adequando a critérios internacionais de segurança alimentar.”

Correa acrescenta que “foram reavaliados os padrões de controle de riscos à segurança de alimentos em toda a cadeia de fornecimento, criação de sistema de homologação e avaliação de fornecedores, implementação do food defense e controle de alergênicos, estudo estatístico para validação das medidas de controle bem como a revisão geral de todo o sistema de Gestão da Qualidade, para que houvesse uma evolução em todo o trabalho. ”

O superintendente Comercial da Coamo, Alcir José Goldoni, destaca que todos os produtos e alimentos comercializados pela Coamo têm a marca da confiança, pois são produzidos por uma cooperativa séria e comprometida. “Essa certificação vem para atestar todos os padrões de qualidade que já realizamos.”

Goldoni também salienta que a preocupação da Coamo é evoluir anualmente em processos de segurança alimentar. “Somos comprometidos com a qualidade desde a escolha da semente, produzida por nossos cooperados que são os donos da Coamo, até a entrega do produto final. Assim, a partir de agora, todos os processos estão certificados, o que nos credencia para comercializar com grandes indústrias do mercado internacional”, afirma.

Para o presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, essa certificação é mais um benefício para clientes, consumidores e cooperados da cooperativa. “Trata-se de uma norma exigida mundialmente e que representa um avanço para nós, abrindo mercados e trazendo mais segurança e confiança para quem compra e consome os produtos da Coamo. Agora, vamos trabalhar para manter a FSSC 22000, pois todo ano é realizada auditoria para validar essa certificação. Diante disso, a Coamo dispenderá todos esforços para que anualmente sua certificação seja renovada. ”

Ana Paula Bento Pelissari/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.