Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Geral 26/10/2017  09h05

Londrinenses inovam e são premiados

Prefeito Marcelo Belinati recebeu em seu gabinete os vencedores e organizadores da segunda edição do Prêmio Sercomtel de Inovação 2017

Londrina faturou os dois primeiros lugares em um concurso de inovação e tecnologia, do qual participaram 31 universitários de instituições de ensino superior de 15 cidades. Por conta disso,  o prefeito Marcelo Belinati fez questão de receber em seu gabinete os vencedores e organizadores da segunda edição do Prêmio Sercomtel de Inovação 2017, que também teve apoio do Sindicato da Indústria de Software do Paraná (Sinfor).

Marcelo ficou surpreso com a aplicabilidade real dos trabalhos. “Muito bom perceber que os universitários estão envolvidos com questões práticas que podem ajudar a melhorar a vida das pessoas”, comentou.

Vitória Colito Gardim, de 25 anos, encabeçou a disputa. Ela é aluna do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná, em Londrina, e foi orientada pelo Professor Fernando Accorsi. O invento “Objeto de aprendizagem para o ensino de matemática para crianças com deficiência intelectual” consiste em uma mesa interativa que estimula a curiosidade e o raciocínio lógico, ao transformar números em brincadeira.

Em segundo lugar, com o mesmo orientador, ficou Wesley Paulo da Silva, também do Instituto Federal, com “Objeto de aprendizagem para simulação dos conceitos essenciais de ventilação mecânica 1”. Trata-se de um simulador para que estudantes da área da Saúde entendam melhor os níveis de ventilação pulmonar”.  Em terceiro, Evaldo Augusto Bianchi, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, em Pato Branco, com o título “Sistema para Controle de Frotas do Transporte Coletivo com Acessibilidade para Deficientes Visuais”, com orientação de Robison Cris Brito.

A entrega do prêmio aconteceu no sábado (21), durante  Jantar Anual do Empresariado do Setor de Tecnologia da Informação e da Comunicação.  Os três primeiros receberam respectivamente R$ 7 mil, R$ 5 mil e R$ 3 mil. Os orientadores, R$ 5 mil, R$ 3 mil e R$ 1 mil. Os critérios da premiação foram a relevância do tema, consistência e viabilidade técnica, aplicação prática e potencial inovador.

O concurso tem o objetivo de dar oportunidades para as áreas acadêmica e empresarial, além de incentivar a criação de projetos e linhas de pesquisas nos centros universitários do Paraná direcionados à Tecnologia, Informação e Comunicação (TIC). Para o presidente da Sercomtel Participações, Roberto Nishimura, o Prêmio tem tudo para se transformar em um evento tradicional na cidade. O presidente da Central de Inovação, Desenvolvimento e Negócios Tecnológicos de Londrina, Ronaldo Couza, também esteve na prefeitura para homenagear os vencedores do concurso.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.