Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Geral 26/10/2017  09h05

Londrinenses inovam e são premiados

Prefeito Marcelo Belinati recebeu em seu gabinete os vencedores e organizadores da segunda edição do Prêmio Sercomtel de Inovação 2017

Londrina faturou os dois primeiros lugares em um concurso de inovação e tecnologia, do qual participaram 31 universitários de instituições de ensino superior de 15 cidades. Por conta disso,  o prefeito Marcelo Belinati fez questão de receber em seu gabinete os vencedores e organizadores da segunda edição do Prêmio Sercomtel de Inovação 2017, que também teve apoio do Sindicato da Indústria de Software do Paraná (Sinfor).

Marcelo ficou surpreso com a aplicabilidade real dos trabalhos. “Muito bom perceber que os universitários estão envolvidos com questões práticas que podem ajudar a melhorar a vida das pessoas”, comentou.

Vitória Colito Gardim, de 25 anos, encabeçou a disputa. Ela é aluna do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná, em Londrina, e foi orientada pelo Professor Fernando Accorsi. O invento “Objeto de aprendizagem para o ensino de matemática para crianças com deficiência intelectual” consiste em uma mesa interativa que estimula a curiosidade e o raciocínio lógico, ao transformar números em brincadeira.

Em segundo lugar, com o mesmo orientador, ficou Wesley Paulo da Silva, também do Instituto Federal, com “Objeto de aprendizagem para simulação dos conceitos essenciais de ventilação mecânica 1”. Trata-se de um simulador para que estudantes da área da Saúde entendam melhor os níveis de ventilação pulmonar”.  Em terceiro, Evaldo Augusto Bianchi, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, em Pato Branco, com o título “Sistema para Controle de Frotas do Transporte Coletivo com Acessibilidade para Deficientes Visuais”, com orientação de Robison Cris Brito.

A entrega do prêmio aconteceu no sábado (21), durante  Jantar Anual do Empresariado do Setor de Tecnologia da Informação e da Comunicação.  Os três primeiros receberam respectivamente R$ 7 mil, R$ 5 mil e R$ 3 mil. Os orientadores, R$ 5 mil, R$ 3 mil e R$ 1 mil. Os critérios da premiação foram a relevância do tema, consistência e viabilidade técnica, aplicação prática e potencial inovador.

O concurso tem o objetivo de dar oportunidades para as áreas acadêmica e empresarial, além de incentivar a criação de projetos e linhas de pesquisas nos centros universitários do Paraná direcionados à Tecnologia, Informação e Comunicação (TIC). Para o presidente da Sercomtel Participações, Roberto Nishimura, o Prêmio tem tudo para se transformar em um evento tradicional na cidade. O presidente da Central de Inovação, Desenvolvimento e Negócios Tecnológicos de Londrina, Ronaldo Couza, também esteve na prefeitura para homenagear os vencedores do concurso.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios