Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Parceria entre FNDE, Conab e Secretaria de Agricultura Familiar visa propiciar uma alimentação mais saudável e nutritiva na escola e garantir a compra efetiva da agricultura familiar.

A inclusão de gêneros da agricultura familiar no Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) tem promovido uma importante transformação na alimentação escolar, ao permitir que alimentos saudáveis e com vínculo regional possam ser consumidos diariamente por estudantes das redes públicas de todo o Brasil. Ao mesmo tempo, garante mercado para esses produtores, o que promove o desenvolvimento econômico das comunidades.

Para assegurar ainda mais a integração entre a agricultura familiar e o Pnae, foi assinado dia 13/07, o acordo de cooperação técnica para a implementação de ações conjuntas de apoio ao fortalecimento da agricultura familiar e da segurança alimentar e nutricional. A resolução conta com a cooperação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura (SAF/MAPA) e da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Dentre as autoridades presentes na solenidade estavam o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, a Ministra de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, o presidente do FNDE, Marcelo Ponte, o presidente da Conab, Guilherme Ribeiro e o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Cesar Halum.

O ministro Milton Ribeiro lembrou da importância do Programa Nacional de Alimentação Escolar para as crianças brasileiras. “São cerca de 46 milhões de estudantes da rede pública de educação básica que, de uma maneira ou de outra, recebem a merenda. E, em parceria com o Ministério da Agricultura, conseguimos com fazer com que 30% da alimentação escolar seja proveniente da agricultura familiar”, comentou o ministro.

Já a ministra Tereza Cristina elogiou o MEC e o FNDE por continuarem fornecendo os recursos do Pnae para as escolas fechadas por conta da pandemia para que as crianças ainda pudessem ter a merenda escolar. Tereza Cristina disse que “essa parceria firmada hoje pode ganhar e muito daqui para frente, se nós trabalharmos em conjunto e pensando no bem das crianças e na sua alimentação. O Pnae é um instrumento muito importante para todos os estudantes do Brasil e fico muito feliz de ver o trabalho conjunto do FNDE com a Conab e a SAF em busca de uma alimentação saudável para as crianças e jovens do nosso país”.

O presidente do FNDE, Marcelo Ponte, destacou que o acordo reforça ainda mais essa parceria do Pnae com a agricultura familiar. “Com a junção de esforços entre FNDE, Conab e Secretaria de Agricultura Familiar, vamos conseguir alcançar nossos objetivos: propiciar uma alimentação mais saudável e nutritiva na escola e garantir a compra efetiva da agricultura familiar”. Ele lembrou que com a obrigatoriedade de se adquirir pelo menos 30% de alimentos de agricultores familiares, as escolas brasileiras estão servindo cada vez mais alimentos saudáveis e ainda sendo promotoras do desenvolvimento local.

Guilherme Ribeiro, presidente da Companhia Nacional de Abastecimento, ressaltou que esse acordo de cooperação ajudará a levar mais informação para os produtores locais. “Nosso objetivo é fortalecer a agricultura familiar e estamos muito felizes de podermos promover também a boa alimentação e nutrição nas escolas”, finalizou.

Ascom/MEC com informações do FNDE

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios