Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Representantes de nove países que integram a missão técnica da Organização para o Desenvolvimento da América Latina, Caribe e África (Onward) conheceram nesta segunda-feira (05), na Celepar, a política de tecnologia da informação e comunicação do Governo do Paraná. 

O grupo (64 integrantes) composto por prefeitos, deputados, vereadores, funcionários públicos, professores e gestores de desenvolvimento social vai participar nesta quarta-feira (07), em Curitiba, do I Congresso Internacional da entidade. 

O diretor de tecnologia da informação e comunicação da Celepar, Danilo Scalet, explicou que a companhia está presente em todas as ações do Governo do Estado nos 399 municípios paranaenses, por meio de sistemas e soluções voltados à modernização da gestão pública estadual. A tecnologia, segundo ele, tem evoluído de forma significativa em todas as áreas de governo, permitindo maior controle sobre a execução do plano de metas. 

BOAS PRÁTICAS - Num tempo em que o mundo está cada vez mais se conectando, o vice-presidente da Onward, o colombiano Jorge Bitar Ramírez, espera que as boas práticas em tecnologia da informação e comunicação sejam replicadas. Ramírez considera necessário o controle pelo estado de suas atividades via uso de sistemas eficazes de informação como os existentes na Celepar, “uma vez que o governo precisa saber o que está sendo feito, conhecer a real dimensão dos problemas e dar as devidas soluções”. 

O prefeito distrital de Pachacámac, da Província de Lima (Perru), Hugo Ramos, classificou a visita à Celepar como “muito importante”. Ele destacou o fato das informações estarem centralizadas no datacenter da companhia, o que difere da sua realidade local, na qual cada instituição trabalha isoladamente. Ramos defendeu que o Peru adote o modelo de gestão da informação implantado no Paraná, “com as devidas adaptações às necessidades do meu país”. 

Conhecer as ferramentas que permitem ao Governo do Estado controlar as informações da gestão pública, na ótica da deputada nacional do Panamá, Marylin Vallarino, foi o ponto alto da visita à Celepar. Ela citou os sistemas da área fazendária e da saúde como soluções que poderiam ser implantadas em seu país. 

BUSINESS INTELLIGENCE - Nos últimos quatro anos, a Celepar desenvolveu com base nos mais de 900 sistemas corporativos que rodam na companhia, aproximadamente 650 cases de Business Intelligence (BIs) que atendem as políticas públicas do Governo do Estado atreladas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). 

Durante a apresentação da Celepar, Danilo Scalet citou alguns estudos nesta área, entre eles os da Segurança Pública, Saúde, Meio Ambiente e Educação. 

O administrador regional do Pinheirinho e diretor no Brasil da Onward, João Simões Cordeiro, responsável pelo grupo, avaliou que os representantes da América Latina saíram felizes da Celepar, pois tiveram a oportunidade de conhecer a política do Estado para a área de tecnologia da informação e comunicação que privilegia o uso inteligente de informações. De acordo com ele, é dever do gestor público conhecer tecnologias inovadoras que possam melhorar a qualidade de vida da população.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios