Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Esmolaria Apostólica doa mais 38 ventiladores pulmonares e materiais médico-sanitários a países mais afetados pela pandemia da covid-19

A caridade do Papa Francisco continua chegando a quem mais sofre com a pandemia da covid-19. A Esmolaria Apostólica, coordenada pelo Cardeal Konrad Krajewski, enviou ontem, 17, mais 38 ventiladores pulmonares e outros materiais medico-sanitários a alguns países que ainda precisam de recursos como esses para salvar vidas, entre eles o Brasil. O país voltou a ter média de mortes acima de 2 mil em 24 horas.

Ao Brasil e à Índia, que detêm quase 50 milhões de vítimas, foram destinados seis dispositivos salva-vidas para cada. Outros cinco foram destinados à Argentina e à Colômbia, que recebeu, já em abril, material médico do Vaticano. Quatro foram para o Chile e África do Sul; três para a Bolívia e Síria e dois serão destinados a Papua Nova Guiné. Os equipamentos serão distribuídos nas unidades de saúde locais pelas Nunciaturas Apostólicas.

Apesar dos esforços dos profissionais de saúde em todo mundo, não se pode dizer que a pandemia esteja sob controle. Enquanto a Europa pensa no passe verde para viajar sem restrições e como poder diminuir o uso de máscaras, a propagação de variantes é assustadora. Os contágios aumentam no Reino Unido – 11 mil casos positivos para a variante delta – na Rússia e em Portugal, onde foram bloqueadas as chegadas e partidas para Lisboa.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está, inclusive, lançando um novo alarme sobre o aumento de contágios devido às variantes do vírus.

Canção Nova/com Vatican News

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.