Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Após a catequese de hoje, Papa rezou pelas pessoas que sofrem com a pandemia em Manaus

Ao saudar os peregrinos de língua portuguesa na catequese desta quarta-feira, 20, o Papa Francisco rezou pelas vítimas da pandemia, de modo especial em Manaus. O sistema de saúde local entrou em colapso com recordes de internações nas UTIs dos hospitais e falta de insumos nas unidades de saúde, como oxigênio.

 “Nestes dias, a minha oração é por quantos sofrem com a pandemia, de modo especial em Manaus, no norte do Brasil. Que o Pai das Misericórdias lhes sustente neste momento difícil. Abençoo-os de coração!”, disse.

Na última sexta-feira, 15, o arcebispo de Manaus, Dom Leonardo Ulrich Steiner, fez um apelo em prol das pessoas que estavam sofrendo com o agravamento da pandemia no Amazonas e em Roraima.

“Nós, bispos da Amazônia e de Roraima, fazemos um apelo: pelo amor de Deus, enviem-nos oxigênio, providenciem oxigênio, as pessoas não podem continuar a morrer por falta de oxigênio, por falta de leitos nas UTIs”.

Na ocasião, também reiterou o pedido de que as pessoas tomassem os devidos cuidados para evitar a contaminação pelo coronavírus.

A situação levantou diversas iniciativas solidárias. A Igreja no Brasil manifestou solidariedade ao povo do Amazonas por meio de pedidos de ajuda e de ações de socorro, em atos e preces.

Em abril de 2020, o Papa Francisco já havia manifestado preocupação com a situação da pandemia em Manaus. Na ocasião, telefonou para Dom Leonardo manifestando a sua solidariedade, proximidade e preocupação com os povos indígenas, os ribeirinhos e os pobres.

A vacinação contra a covid-19 começou no estado do Amazonas ontem, 19.

Canção Nova

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.