Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Após a catequese, Papa expressou tristeza e dor diante do relatório sobre abusos na França e encorajou esforços para que isso não se repita e a Igreja seja uma casa segura

Após a catequese desta quarta-feira, 6, o Papa Francisco lembrou as feridas profundas que estão no centro do Relatório da Comissão independente sobre abusos sexuais na Igreja na França. Saudando os fiéis de língua francesa no final de sua catequese na Sala Paulo VI, no Vaticano, o pensamento de Francisco voltou-se para as vítimas e para a Igreja na França.

 “Desejo expressar às vítimas minha tristeza e meu pesar pelos traumas sofridos, e minha vergonha, nossa vergonha, pela demasiada longa incapacidade da Igreja em colocá-las no centro de suas preocupações, assegurando-lhes de minhas orações. Rezo, e todos nós rezamos juntos: “A ti, Senhor, a glória, a nós a vergonha”: este é o momento da vergonha. Encorajo os bispos e vocês, queridos irmãos que vieram aqui para compartilhar este momento, encorajo os bispos e superiores religiosos a continuarem fazendo todos os esforços para garantir que dramas semelhantes não se repitam. Expresso aos sacerdotes da França proximidade e apoio paternal diante desta provação, que é dura, mas saudável, e convido os católicos franceses a assumirem suas responsabilidades para garantir que a Igreja seja uma casa segura para todos.”

A comissão independente sobre abusos sexuais na Igreja na França é encarregada de avaliar a extensão do fenômeno da violência sexual contra menores desde 1950. O documento, divulgado na terça-feira, 5, e encomendado pela Conferência episcopal e pela Conferência dos religiosos e religiosas francesas, revela dados dramáticos. Entre 1950 e 2020, há pelo menos 216 mil vítimas e entre 2.900 e 3.200 sacerdotes e religiosos envolvidos em crimes de pedofilia.

Da Redação, com Vatican News

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.