Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Os preços do pedágio em Jataizinho, Sertaneja e Jacarezinho, bem como em outros locais do Paraná, foram considerados criminosos pelo deputado estadual Tercilio Turini em audiência pública ontem (dia 18), na Assembleia Legislativa. “Se não for roubo, assalto, não sei o que é”, criticou, lembrando que automóveis pagam mais de R$ 20,00 naquelas três praças.

Tercilio ressaltou que o modelo da nova licitação para concessões de rodovias é um dos assuntos mais importantes para a população paranaense nos próximos anos. “A sociedade precisa participar do debate, opinar, para que os mesmos erros não sejam repetidos”, enfatizou. “Parece que as atuais concessionárias são donas das rodovias. O pior é que os governos nada fizeram e na Justiça sempre tem alguém de plantão para decidir a favor das empresas”, afirmou.

O deputado teme que as concessionárias ainda peçam a prorrogação dos contratos, mesmo depois de todas as denúncias de propina, prisões, confissão de preços superfaturados e obras não executadas. “Nos últimos 22 anos, a PR 323 que liga o Norte do Estado à divisa de São Paulo não teve obra importante, nem mesmo terceira faixa. Na BR 376, de Apucarana a Ponta Grossa, a população pagou caro pelo pedágio e a duplicação não será concluída”, relatou.

Tercilio Turini, outros deputados estaduais, o deputado federal Ricardo Barros e representantes da sociedade organizada participaram da audiência convocada pela Comissão de Obras Públicas da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Tião Medeiros. O tema foi “Estudos para Estruturação de Concessões Rodoviárias do Paraná”.

Comentários:

De: Valdir José de Queiroz
24/02/2020 às 12:06

Quando vai acabar com esse roubo nos pedágios, com esses ladrões disfarçados que, vem saqueando o bolso dos usuários nos pedágio. Já passou da hora de acabar com essa palhaçada. Entra governa e sai governo e ninguém faz nada para o povo e ainda, permite continuar com a roubalheira.

De: WALTER ANTONIO BATTAGLIA
24/02/2020 às 16:02

Quero ver os deputados irem contra o pedágio. Está mais do que na cara que parpticipam dos lucros. Quem vai contra um benefício. Ninguém se lembra por exemplo, que o preço absurdo do pedágio faz nosso produto encarecer no mercado externo. Além do que: nós fizemos as estradas com o dinheiro do imposto arrecadado e agora precisamos pagar para transitar? Por que o IPVA então. Ou uma coisa ou outra. De qualquer forma, pagamos um preço absurdamente caro para transitar no que é nosso.

De: Arlan Emílio Tizotte Bazia
24/02/2020 às 20:31

Tá na hora de pararem com essa roubalheira e passem a cobrar o preco justo.

De: JOÃO Paulo
26/02/2020 às 09:33

E um verdadeiro caos,a gente é assaltado em todas as rodovias,o governo só se preocupa em tirar direitos dos trabalhadores, o certo seria por militares pra cuidar dos pedágios,e assim por presos pra cuidar das estradas ,assim pagando pela estadia e reduzindo suas penas, o povo brasileiro não aguenta mais.


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios