Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Para sanar dúvidas sobre o programa, Sistema Fiep desenvolveu uma consultoria especializada e lançou blog completo sobre o tema

Empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões, produtores rurais e Microempreendedores Individuais (MEI) com funcionário contratado terão mais tempo para aderir ao Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial). O prazo, que era até o dia 15 de julho, foi prorrogado para novembro. A decisão foi do Comitê Diretivo do eSocial. Segundo Juliana Cipriani, coordenadora de Segurança e Saúde do Sesi no Paraná, mesmo com o prazo estendido, é importante que as empresas se preocupem em estar preparadas. “O eSocial veio para facilitar a vida dos empresários. No entanto, reunir os documentos, verificar se as informações estão corretas, é algo que leva tempo e precisa de muito cuidado. Por isso é fundamental estar preparado para enviar as informações para o portal”, afirma.

O eSocial é uma ferramenta do Governo Federal que unifica o fornecimento de informações trabalhistas, previdenciárias, tributárias e fiscais relativas à contratação e à utilização de mão de obra onerosa, com ou sem vínculo empregatício. O não cumprimento dos prazos ou o envio de dados incorretos pode gerar multa ao empregador. Para auxiliar as organizações nesse processo de transição, o Sistema Fiep, por Sesi no Paraná desenvolveu uma consultoria em eSocial, que faz uma análise completa das empresas. “Fazemos um levantamento de informações para mapear e diagnosticar a aderência do empreendimento em relação ao cumprimento do eSocial, o que possibilita a garantia da qualidade e do prazo das informações a serem enviadas ao Governo Federal, explica Juliana.

De acordo com Juliana, as empresas precisam de ajuda para organizar, analisar a documentação legal e verificar a qualidade dos documentos que darão embasamento para o envio das informações ao portal. “Nossa consultoria é customizada, o que possibilita que a empresa consiga organizar as informações e os seus processos internos, promovendo uma integração entre as áreas de recursos humanos, segurança e saúde no trabalho e contabilidade”.

Além da consultoria, o Sistema Fiep, por meio do Sesi no Paraná também lançou um blog com diversas informações sobre o tema, como prazos, tipos de informações que devem ser geradas, consultorias especializadas e como o eSocial otimiza os processos de segurança e saúde, beneficiando os trabalhadores, já que eventos relacionados às condições ambientais do trabalho, acidentes, exposições a agentes nocivos e exames de monitoramento da saúde do trabalhador fazem parte da integração do novo sistema eletrônico. O site também disponibiliza uma cartilha informativa. O blog está no endereço www.sesipr.org.br/esocial.

Asimp/Fiep

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.