Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) vem a público manifestar seus protestos com a oficialização da nova tabela de frete, por meio da Lei n° 13.703, publicada hoje no Diário Oficial da União (DOU).

A ABPA destaca que o tabelamento causa um grave cenário de insegurança jurídica, o que tem impacto na comercialização de insumos.  Como consequência, há uma forte elevação dos custos embutidos pelo transporte, que acarretarão em elevações de preços ao consumidor, impactando diretamente a inflação.

A competitividade nacional e internacional do país está em jogo neste momento. A questão logística, que já é um entrave para a capacidade produtiva nacional, passou a ser um fator de retenção de negócios.  Com o menor fluxo produtivo, os custos da nova tabela poderão desencadear impactos na manutenção dos postos de trabalho e causar inflação.

Para a avicultura e a suinocultura do Brasil, há uma clara deturpação no papel que esta tabela deveria ter, que seria estritamente de referência.  Todos pagarão um preço elevado pelo tabelamento, sejam produtores, consumidores e até mesmo os transportadores.

Paulo Cezar Abrahão Prates/Asimp/ABPA.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.