Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos, assinou ontem (20) o edital que regulamenta o 31º Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia Governador José Richa. O prêmio tem o objetivo de estimular as ações de pesquisa e extensão no Estado do Paraná.

As inscrições vão de 2 de fevereiro a 2 de maio de 2018. A documentação para a inscrição deve ser encaminhada por e-mail para premiocet@seti.pr.gov.br.

Na edição 2017, as duas áreas de conhecimento que serão avaliadas são engenharias e ciências biológicas. Os candidatos poderão concorrer nas categorias pesquisador e pesquisador-extensionista, estudante de curso de graduação, inventor independente e jornalismo científico.

“Conseguimos, através do prêmio, reconhecer o trabalho desenvolvido por cientistas, professores, estudantes, inventores e jornalistas. O Paraná possui um rico potencial humano dedicado a ciência e pesquisa e é isso que o prêmio almeja evidenciar”, afirma o secretário João Carlos Gomes

Os professores premiados receberão certificado e quantia em dinheiro equivalente a uma vez e meia o valor do vencimento de professor titular em regime de dedicação exclusiva da carreira desenvolvida nas universidades estaduais, incluindo a gratificação de incentivo à titularidade de doutor.

Para o estudante o valor é equivalente a metade do valor do vencimento do professor. Os vencedores nas categorias Inventor Independente e Jornalista receberão certificado e prêmio em dinheiro equivalente a 60% do valor do vencimento.

HISTÓRIA - A ideia de criar o prêmio partiu do então presidente do Instituto Agronômico do Paraná, Francisco de Assis Lemos de Souza, que encaminhou a sugestão ao Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia, em 1985.

O órgão formou uma comissão para examinar o pedido e, com o apoio da comunidade científica paranaense, a condecoração foi instituída pelo governador José Richa, por meio do Decreto nº 7.745 de 1986.

A Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior é a responsável pela organização e execução do prêmio. A avaliação dos concorrentes é feita por especialistas em cada área do conhecimento, de outros estados, vinculados a programas de excelência em pós-graduação nas diferentes áreas.

A partir da última edição comemorativa dos 30 anos, o prêmio passou a se chamar Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia José Richa, em homenagem ao governador do Paraná no ano em que foi criada a premiação.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.