Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos, assinou ontem (20) o edital que regulamenta o 31º Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia Governador José Richa. O prêmio tem o objetivo de estimular as ações de pesquisa e extensão no Estado do Paraná.

As inscrições vão de 2 de fevereiro a 2 de maio de 2018. A documentação para a inscrição deve ser encaminhada por e-mail para premiocet@seti.pr.gov.br.

Na edição 2017, as duas áreas de conhecimento que serão avaliadas são engenharias e ciências biológicas. Os candidatos poderão concorrer nas categorias pesquisador e pesquisador-extensionista, estudante de curso de graduação, inventor independente e jornalismo científico.

“Conseguimos, através do prêmio, reconhecer o trabalho desenvolvido por cientistas, professores, estudantes, inventores e jornalistas. O Paraná possui um rico potencial humano dedicado a ciência e pesquisa e é isso que o prêmio almeja evidenciar”, afirma o secretário João Carlos Gomes

Os professores premiados receberão certificado e quantia em dinheiro equivalente a uma vez e meia o valor do vencimento de professor titular em regime de dedicação exclusiva da carreira desenvolvida nas universidades estaduais, incluindo a gratificação de incentivo à titularidade de doutor.

Para o estudante o valor é equivalente a metade do valor do vencimento do professor. Os vencedores nas categorias Inventor Independente e Jornalista receberão certificado e prêmio em dinheiro equivalente a 60% do valor do vencimento.

HISTÓRIA - A ideia de criar o prêmio partiu do então presidente do Instituto Agronômico do Paraná, Francisco de Assis Lemos de Souza, que encaminhou a sugestão ao Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia, em 1985.

O órgão formou uma comissão para examinar o pedido e, com o apoio da comunidade científica paranaense, a condecoração foi instituída pelo governador José Richa, por meio do Decreto nº 7.745 de 1986.

A Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior é a responsável pela organização e execução do prêmio. A avaliação dos concorrentes é feita por especialistas em cada área do conhecimento, de outros estados, vinculados a programas de excelência em pós-graduação nas diferentes áreas.

A partir da última edição comemorativa dos 30 anos, o prêmio passou a se chamar Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia José Richa, em homenagem ao governador do Paraná no ano em que foi criada a premiação.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios