Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Realizado em 127 municípios no Estado, evento promoveu consultorias e oficinas gratuitas

Realizada pelo Sebrae/PR, em parceria com as prefeituras municipais, por meio das Salas do Empreendedor, Banco Central, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Cooperativas de Crédito e as Sociedades Garantidoras de Crédito do Estado, a Semana Nacional do Microempreendedor (MEI) obteve resultados positivos. O evento aconteceu em 127 municípios do Paraná, entre os dias 2 e 6 de maio, e promoveu, no Norte Pioneiro do Estado, 307 atendimentos e sete oficinas. Em Jacarezinho e Bandeirantes, duas tendas atraíram os microempreendedores, que tiveram a oportunidade de coletar informações e esclarecer dúvidas.

De acordo com Matheus Poleto, consultor do Sebrae/PR no Norte Pioneiro, esta foi a nona edição da Semana ME.  “Trata-se do maior mutirão empreendedor voltado para os pequenos negócios. Nossa intenção é sensibilizar os microempreendedores sobre a importância de formalizar os negócios, além de informa-los sobre os direitos e obrigações da categoria, como manter-se adimplente e entregar a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN) para manter o CNPJ ativo”, informa.

Outro objetivo da Semana MEI é oferecer capacitação gratuita para aumentar a competitividade dos negócios. A programação inclui oficinas e consultorias em diversas áreas como nota fiscal eletrônica, ferramentas de marketing, finanças, gestão e produtividade.

O microempreendedor Ivo Haruo Arai se formalizou no último mês de janeiro, em Bandeirantes, e é frequentador assíduo da Sala do Empreendedor. “Abri um negócio no ramo de eventos e nunca tinha trabalhado neste setor. Sempre que possível, procuro ajuda do Sebrae/PR na Sala do Empreendedor.  Os consultores sempre têm informações para acrescentar e nos motivam, para não nos abatermos com a crise. Na Semana MEI, participamos de palestras e foi bem interessante”, conta.

Microempreendedor Individual (MEI) é uma figura jurídica que beneficia, com a formalização, empreendedores com faturamento bruto anual de até R$ 60 mil. Beneficiando atividades com artesãos, pipoqueiros, cabeleireiros, pintores, pedreiros, manicures, vendedores de roupas e costureiras, que antes atuavam na informalidade. A figura do Microempreendedor Individual (MEI) está prevista na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa e entrou em vigor no Brasil em julho de 2009. A Lei Geral é uma legislação de fomento aos pequenos negócios.

No Brasil, são 6.937.651 microempreendedores individuais. No Paraná, a categoria contempla 396.869 empreendedores.

Asimp/Sebrae/PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios