Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Eficiente uso de tecnologia e ações nas redes sociais conferem à empresa o “Oscar” entre as melhores iniciativas digitais do País

O Prêmio iBest, considerado o maior prêmio da internet brasileira, anunciou os ganhadores da categoria supermercados deste ano. Por votação popular, o SuperMuffato foi escolhido como melhor supermercado do Brasil. A disputa final foi com o Carrefour e o Mercado Livre. "O SuperMuffato, grupo de varejo que nasceu no Paraná e se expandiu para São Paulo, é um dos maiores do Brasil, mesmo tendo penetração regional. Conta para tal com o eficiente uso de tecnologia e de redes sociais, e se destacou e venceu o iBest pelo ótimo relacionamento com os seus clientes" aponta Marcos Wettreich, CEO do iBest.

O diretor Everton Muffato diz que o prêmio consolida a empresa na vanguarda do setor em tecnologia e inovação. “Temos investido de modo estratégico e intensivo em soluções exclusivas de varejo em nossa rede, com a adoção de ferramentas como canal omnichannel, autocaixas, shop&go, click&collect e meios de pagamento digitais, entre outras iniciativas. “A satisfação é muito grande ao ver que o público reconhece e valoriza estas ações, já que a escolha do Grupo Muffato como vencedor do iBest se deu por votação popular”, comemora.

Depois de doze anos, o prêmio iBest 2020 voltou com números sólidos - mais de 2 milhões de votos certificados - e a mobilização da maior parte das 500 melhores iniciativas digitais do Brasil, em campanhas próprias de estímulo à votação.

O prêmio revela os melhores do Brasil, em duas votações paralelas: uma de acordo com a percepção popular - vencida pelo SuperMuffato - e a outra conforme a opinião de um júri composto por especialistas (a Academia iBest). Nesta categoria, o vencedor foi o Pão de Açúcar, que concorria com o Rappi e o Wine.

No caso da edição deste ano, como critério de qualificação para ambas as categorias, os dez finalistas (os iBest Top 10) foram definidos por meio de um algoritmo, que calcula a presença e o engajamento de cada empresa nas principais redes sociais. Foi a partir dessa lista que o público e os jurados escolheram as iniciativas digitais que consideram as melhores de cada categoria. Foram 50 categorias na edição 2020, que procuraram refletir as mais relevantes tendências e interesses dos brasileiros, nos setores de e-commerce, serviços e conteúdo.

Ruth Costa Meira/Asimp/Grupo Muffato

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios