Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Competidores serão desafiados em um novo percurso – o ladeirão cheio de curvas da Avenida André Sert. Prova é no domingo (23), a partir das 9h

A Prefeitura Municipal de Ibiporã, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer (Serla), em parceria com a Liga Paranaense de Drift Trike (LPRDT), promoverá neste final de semana (22 e 23) a 4ª Etapa do Campeonato Paranaense de Drift Trike.

Este ano, os competidores de todo o Estado serão desafiados em um novo percurso – o ladeirão cheio de curvas da Avenida André Sert (referência Água Santa Bárbara), no trecho recém-asfaltado pela Administração Municipal.

Hoje (22), das 14 às 18 horas, ocorrerá um treinamento para que os competidores estejam preparados para a disputa que ocorrerá no domingo (23), das 9 às 14 horas. Os participantes disputarão em três categorias – Infantil, Feminino e Adulto. A final será disputada a partir das 13 horas. Os vencedores serão premiados com trofeus e medalhas.

A etapa de Ibiporã antecede a final, que ocorrerá em Curitiba, nos dias 24 e 25 de novembro. É a segunda vez que o município sedia uma etapa do campeonato. Em 2017, 64 pilotos participaram da 3ª Etapa do Campeonato Paranaense de Drift Trike. Cerca de 400 pessoas prestigiaram a prova.

Drift Trike

O Drift Trike é uma modalidade recente de Esporte Radical, que consiste em descer ladeiras com triciclos modificados para derrapar.

Após surgir na Nova Zelândia em 2008 e se popularizar nos Estados Unidos, o Drift Trike tem no Brasil um dos países como mais praticantes atualmente no mundo. As competições oficiais no país começaram em 2013 e hoje se espalham por vários estados.

O carrinho é composto por uma frente de BMX, duas rodas de kart revestidas por uma capa de PVC, propositalmente instalada para diminuir a aderência do equipamento no asfalto. O assento é um banco de plástico com formato de concha e a frenagem em geral é feita através das manobras e também com os pés, apesar de muitos modelos utilizarem conjunto de freio na roda da frente. Tradicionalmente, eles são utilizados na descida de ladeiras com curvas, local aonde os pilotos vão derrapando de um lado para o outro.

NC/PMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios