Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Administração Municipal, por meio da Secretaria de Indústria e Comércio, realiza na próxima terça-feira (30), às 09h30, no Cine Teatro Padre José Zanelli, a assinatura dos contratos de compra e venda de 10 terrenos industrias. Toda a população está convidada. Esta nova conquista de Ibiporã é o resultado do trabalho da política de industrialização, idealizado pelo prefeito José Maria.

Durante o evento, as empresas estarão com pequenos estandes expondo o trabalho desenvolvido por cada uma, para que a população conheça mais os segmentos industriais que se instalarão no município.

As negociações da administração municipal para atração dessas 10 empresas iniciaram no meio do ano passado. Segundo o secretário de Indústria e Comércio, Thiago Eik, a assinatura dos contratos é mais um passo concreto no fomento industrial do município. "Realizamos um trabalho bastante intenso, o qual resultou na maior licitação de terrenos da história de Ibiporã e região. Porém, nosso foco sempre foi ocupar cada um dos lotes com empresas que pensassem em progredir junto com o município", revela o secretário.

Com essa licitação, a administração municipal atraiu empresas de pequeno, médio e grande porte de diversos segmentos para Ibiporã e arrecadará R$ 1.367.243,16. Conforme o prefeito José Maria, estes recursos serão usados na infraestrutura do município. "As novas empresas significam muito para a nossa cidade, pois além de fomentar e dinamizar a nossa economia gerarão novos empregos para os ibiporaenses. Além de recursos, através de tributos aos cofres públicos para realizarmos o desenvolvimento da nossa comunidade. Assim teremos condições, agora e no futuro, de assegurarmos os avanços e novas conquistas para Ibiporã", afirma José Maria.

Os empresários devem ficar alerta ao prazo de início das obras, em até seis meses e a conclusão em dois anos. Não cumprindo esse e outros requisitos das Leis Municipais 2.049/2006 e 2.702/2014, como a geração mínima de empregos, o secretário de Indústria e Comércio alerta que o município pode revogar a posse do terreno sem custos.

"Adianto que há uma fiscalização atenta, pois estamos lidando com dinheiro público e a sua finalidade tem que ser a melhor possível em benefício do município e seus cidadãos. Pois a meta com a criação de dois novos parque industriais, o Condomínio Empresarial e o Nenê Favoretto, é garantir a economia ibiporaense pelos próximos anos", finaliza Eik.

Núcleo de Comunicação Social – PMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.