Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Administração Municipal, por meio da Secretaria de Indústria e Comércio, realiza na próxima terça-feira (30), às 09h30, no Cine Teatro Padre José Zanelli, a assinatura dos contratos de compra e venda de 10 terrenos industrias. Toda a população está convidada. Esta nova conquista de Ibiporã é o resultado do trabalho da política de industrialização, idealizado pelo prefeito José Maria.

Durante o evento, as empresas estarão com pequenos estandes expondo o trabalho desenvolvido por cada uma, para que a população conheça mais os segmentos industriais que se instalarão no município.

As negociações da administração municipal para atração dessas 10 empresas iniciaram no meio do ano passado. Segundo o secretário de Indústria e Comércio, Thiago Eik, a assinatura dos contratos é mais um passo concreto no fomento industrial do município. "Realizamos um trabalho bastante intenso, o qual resultou na maior licitação de terrenos da história de Ibiporã e região. Porém, nosso foco sempre foi ocupar cada um dos lotes com empresas que pensassem em progredir junto com o município", revela o secretário.

Com essa licitação, a administração municipal atraiu empresas de pequeno, médio e grande porte de diversos segmentos para Ibiporã e arrecadará R$ 1.367.243,16. Conforme o prefeito José Maria, estes recursos serão usados na infraestrutura do município. "As novas empresas significam muito para a nossa cidade, pois além de fomentar e dinamizar a nossa economia gerarão novos empregos para os ibiporaenses. Além de recursos, através de tributos aos cofres públicos para realizarmos o desenvolvimento da nossa comunidade. Assim teremos condições, agora e no futuro, de assegurarmos os avanços e novas conquistas para Ibiporã", afirma José Maria.

Os empresários devem ficar alerta ao prazo de início das obras, em até seis meses e a conclusão em dois anos. Não cumprindo esse e outros requisitos das Leis Municipais 2.049/2006 e 2.702/2014, como a geração mínima de empregos, o secretário de Indústria e Comércio alerta que o município pode revogar a posse do terreno sem custos.

"Adianto que há uma fiscalização atenta, pois estamos lidando com dinheiro público e a sua finalidade tem que ser a melhor possível em benefício do município e seus cidadãos. Pois a meta com a criação de dois novos parque industriais, o Condomínio Empresarial e o Nenê Favoretto, é garantir a economia ibiporaense pelos próximos anos", finaliza Eik.

Núcleo de Comunicação Social – PMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios