Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Sine atenderá no CTTI exclusivamente pessoas com deficiência e beneficiários reabilitados do INSS nesta sexta-feira (27). Mais de 25 vagas ofertadas

Hoje (27), a Prefeitura Municipal de Ibiporã, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, promove o dia D de inclusão de pessoas com deficiência e beneficiários reabilitados do INSS no mercado de trabalho. A Agência do Trabalhador da cidade oferecerá entrevistas para vagas exclusivas para essas pessoas, com o apoio de várias empresas do município, no Centro Tecnológico do Trabalhador de Ibiporã (CTTI) – Praça Ciro Ibirá de Barros, 176, das 8 às 13 horas.

O Sine estará fechado nesse dia porque o atendimento todo acontecerá no CTTI apenas para PCDs e beneficiários reabilitados. Os candidatos poderão atualizar o cadastro, visualizar as vagas e realizar a entrevista de emprego no mesmo dia com representantes do setor de RH das empresas. Técnicos do INSS também estarão presentes para tirarem quaisquer dúvidas.

Até o momento, oito empresas de Ibiporã e Londrina foram confirmadas e, pelo menos, 25 vagas serão ofertadas para funções como auxiliar de linha de produção, auxiliar administrativo, cozinheiro de hospital, ajudante de farmácia, repositor, enfermeiro, técnico de enfermagem, classificador de grãos e outros.

O município está em sua sexta participação no evento, promovido pela Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, numa iniciativa do Ministério da Economia com os governos estaduais.

Trabalhadores interessados às vagas devem comparecer ao CTTI com Carteira de Trabalho, RG, CPF e laudo médico que explicite a sua deficiência.

Dia D

A ideia original do "Dia D" surgiu em 2012 no estado de Mato Grosso e em 2013 na Bahia. Com o sucesso alcançado nesta ação, o Ministério do Trabalho desafiou parceiros a promover o evento do "Dia D", Dia Nacional da Contratação da Pessoa com Deficiência.  Conforme a Lei Federal nº 8.213/91, em empresas com mais de 100 funcionários, 2% do total do quadro de trabalhadores devem ser preenchidos obrigatoriamente por pessoas com deficiência. Empresas que têm de 201 a 500 funcionários devem empregar 3% de pessoas com deficiência. De 501 a mil funcionários, a porcentagem sobre para 4%. Acima de mil funcionários, 5% das vagas devem ser reservadas para pessoas com deficiência.

NCPMI

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios